quinta-feira , 22 outubro 2020

Bombeiros de três cidades e guarda-parques do Desengano combatem incêndio na Serra do Itacolomi em São Fidélis Neste domingo, equipes de outros quartéis serão deslocadas para o local. Existe uma possibilidade de chuva, o que pode ajudar a extinguir os focos

Neste domingo, equipes de outros quartéis serão deslocadas para o local. Existe uma possibilidade de chuva, o que pode ajudar a extinguir os focos

Fotos: SF Notícias

Pelo terceiro dia seguido equipes trabalham para tentar extinguir os focos de incêndio que atingem a região da Serra do Itacolomi, na Zona de Amortecimento do Parque Estadual do Desengano, em São Fidélis, no Norte Fluminense. Neste sábado (03/10), militares de São Fidélis, Cambuci e Campos foram deslocados para o local. Eles contaram com apoio de guarda-parques do Parque Estadual do Desengano e da Defesa Civil de São Fidélis. Segundo um leitor do SF Notícias, o fogo começou a ser visto pelos moradores de Itacolomi na noite de quarta-feira (30/09). Ao SF Notícias, o gestor do Parque do Desengano, Carlos Dário, disse que os focos estão em maciços rochosos, locais onde as equipes não conseguem combater. As equipes passaram o sábado fazendo combate em locais mais baixos, onde se é possível ter acesso. Neste domingo as equipes retornam, e devem receber apoio de outros quartéis do Corpo de Bombeiros. (continua após a imagem)

O sábado foi mais um dia quente em São Fidélis, e pelo segundo dia seguido, o termômetro do Centro do município registrou 42ºC, mas na parte da noite, a temperatura despencou para 27ºC, embora ainda esteja bastante quente. Com a mudança no tempo, existe uma possibilidade de chuva no município ao longo do domingo. Segundo a Climatempo, existe 80% de chance de chuva, mas apenas de 10 milímetros. Ainda de acordo com Carlos Dário, essa queda na temperatura vem gerando umidade. “Mesmo não entrando chuva, a temperatura está caindo bastante e está tendo bastante umidade. Isso é bom, pois nos pontos onde há rochas, é onde a umidade pega mais, e a tendência é se extinguir, mas amanhã o combate continua”, disse o gestor do Parque.

Mais do SFn