“Bombeiros de 04 patas”: cães fazem última fase do treinamento de busca e resgate de vítimas

Corpo de Bombeiros RJ conta com seis novos 'estagiários' de quatro patas que vão atuar em buscas e salvamento
Fotos: CBMERJ

Nascidos há pouco mais de um ano no canil do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), os labradores Rio, Apollo, Gaia, Boss, Hunter e Thor começaram a “estagiar” em missões do 2º Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente (2º GSFMA), no município de Magé. Ao lado do pastor belga de Malinois Drako, que foi doado para a corporação em 2019, os cães realizam a última fase do treinamento de formação para busca e resgate. Ainda filhotes, os animais iniciaram uma série de exercícios com estímulos motores e sensoriais a fim de despertar aptidões necessárias para atuação no socorro de vítimas. Nesta fase final da capacitação, eles põem em prática as habilidades adquiridas e ajudam, de forma prática, no atendimento às ocorrências reais com a “supervisão” de um cão mais velho.

“No “estágio”, os cães em formação são os primeiros a atuarem no local de buscas. Depois que eles sinalizam a vítima, um cão mais experiente é lançado em campo para confirmar a localização indicada”, explicou o comandante do 2º GSFMA, tenente-coronel Douglas Henault. De acordo com a veterinária do CBMERJ, tenente Fabiana Christina, os cachorros estão prontos para serem testados. “O último simulado aconteceu na semana passada. Na próxima ocorrência de busca que tenha necessidade da atuação, eles já entrarão em ação”, concluiu a oficial. O canil do CBMERJ conta, atualmente, com sete cães aptos para o serviço e oito em treinamento – sendo sete na fase de “estágio”.

VEJA MAIS

VEJA MAIS