Bombeiro Luciano Mozart, de Pádua, morre em decorrência da Covid-19

O 1º Tenente Bombeiro Mozart faleceu neste domingo (21). Ele deixa esposa e três filhos

O município de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, está de luto pela morte do 1º Tenente Bombeiro Mozart, que era morador do município. Luciano Mozart, conhecido como ‘Manão’, morreu na manhã deste domingo (21/02) em decorrência da Covid-19. Muito querido no município, ele deixa esposa e três filhos. Nesta segunda o 36º Batalhão de Polícia Militar lamentou o falecimento. “Luciano Mozart foi lotado por muitos anos no Destacamento de Pádua, onde serviu nossa população com empenho e dedicação. Faleceu na manhã deste domingo, em decorrência da Covid-19, deixando esposa e três filhos. Que Deus conceda conforto a todos que o amavam. Descanse em paz, eterno guerreiro!” – diz a publicação. O vídeo abaixo mostra o momento em que o corpo chegou ao município, em um cortejo com viaturas do Corpo de Bombeiros.

Continua após o vídeo

Nas redes sociais, amigos, familiares e conhecidos lamentaram o falecimento. “Não dá para mensurar a dor dessa perda. Só Deus e o tempo para amenizar a tristeza da partida de um esposo e pai tão amado, tão parceiro, tão amigo de sua esposa e filhos. Perdemos também um ótimo bombeiro que sempre fez seu trabalho com dedicação!” – diz uma das publicações. O município contabiliza 63 mortes em decorrência da doença.

VEJA MAIS

VEJA MAIS