Bom Jardim, Cantagalo, Cordeiro, Friburgo, Madalena e São Sebastião do Alto com alto risco para Covid

A última vez que a região esteve em bandeira vermelha foi há mais de três meses. Região apresenta alta taxa de ocupação de leitos de UTI

A 44ª edição do Mapa de Risco da Covid-19 divulgada na última sexta-feira (20/08) pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que a Região Serrana passou da bandeira amarela (baixo risco de contrair a doença) para vermelha (de alto risco) – veja imagem no final. A última vez que a região esteve em bandeira vermelha foi há mais de três meses, na 30ª atualização do Mapa de Risco divulgada em 13 de maio. Das nove regiões do estado, cinco estão na bandeira amarela: Metropolitana II, Norte, Baixada Litorânea, Centro-Sul e Baía de Ilha Grande. As regiões Metropolitana l, Noroeste e Serrana estão em bandeira vermelha; e a Médio Paraíba, na faixa laranja.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Segundo Nota Técnica da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, a Região Serrana apresenta um variação do número de óbitos por SRAG e casos por SRAG muito elevada, além de alta taxa de positividade para Covid-19 e taxa de ocupação de leitos de UTI muito alta.

No Mapa de Risco por município do Painel Covid, da SES, todas as cidades serranas apresentam alto risco. No interior fluminense, a variante Delta já circula em Friburgo, São Sebastião do Alto, Itaperuna, Laje do Muriaé, São João da Barra, Porciúncula, Itaocara, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, Bom Jesus do Itabapoana e Natividade.

VEJA MAIS

VEJA MAIS