Biblioteca, Mercado Municipal e mais dois prédios públicos de São Fidélis têm energia cortada Segundo a concessionária, após o pagamento dos boletos, fornecimento será restabelecido nesta terça. Em nota, prefeitura alegou que houve uma alteração no protocolo de entrega das contas, e que foi alterado o setor responsável pelo recebimento e processamento das faturas desde o mês de maio desse ano

Segundo a concessionária, após o pagamento dos boletos, fornecimento será restabelecido nesta terça. Em nota, prefeitura alegou que houve uma alteração no protocolo de entrega das contas, e que foi alterado o setor responsável pelo recebimento e processamento das faturas desde o mês de maio desse ano

Fotos: SF Notícias

Quatro prédios públicos de São Fidélis tiveram o fornecimento de energia suspenso nesta segunda-feira (29/06) por falta de pagamento. A informação foi confirmada pela Enel Distribuição Rio, concessionária responsável pelo fornecimento e distribuição de energia em 66 municípios do estado. Segundo a empresa, a energia foi cortada na sede da Secretaria Municipal de Transportes; no Posto Agropecuário, que fica no Parque de Exposições; no Mercado Municipal e no Solar Barão de Villa Flor, onde ficam a Secretaria Municipal de Cultura e a Biblioteca Municipal Corina Peixoto. A Enel informou ainda que a prefeitura efetuou, ainda nesta segunda, o pagamento das dívidas referentes ao Posto Agropecuário e ao Mercado Municipal, e que o fornecimento será restabelecido na manhã de hoje. (continua após a publicidade)

A concessionária disse que “somente tomou a decisão de efetuar os cortes após diversas tentativas de negociação da dívida com a prefeitura”, e que “os cortes foram precedidos de notificação, estando de acordo com a Resolução nº 878/2020 da Aneel, que dispõe de várias diretrizes de condutas a serem adotadas pelas concessionárias de energia elétrica em todo território nacional durante o cenário envolvendo o avanço da COVID-19 no país”. Em nota, a Prefeitura de São Fidélis informou que houve uma alteração no protocolo de entrega das contas. “Foi alterado o setor responsável pelo recebimento e processamento das faturas desde o mês de maio desse ano. Ocorre que as faturas das medições dos meses de março e abril acabaram não sendo entregues no novo setor, que é a própria secretaria de Fazenda, agora responsável pela distribuição das faturas”, diz a nota da prefeitura. A administração municipal informou ainda que falta pagar somente a fatura relacionada ao prédio da Secretaria de Transportes, o que irá ocorrer nesta terça.

Mais do SFn