Balões brancos e fogos: moradores fazem homenagem para jovem que foi morta e teve o bebê arrancado da barriga

Suspeita de cometer o crime foi presa após procurar uma unidade de saúde buscando atendimento para o bebê, dizendo ser mãe do recém-nascido, que não resistiu

Moradores da comunidade Nova Holanda, em Macaé, estão em luto e ainda chocados com a brutal morte da jovem Pâmella Ferreira Andrade Martins, de 22 anos. Ela foi encontrada morta dentro do banheiro da sua residência nesta quarta-feira (17/03). Um laudo preliminar do Instituto Médico Legal aponta que a jovem foi morta com um golpe no coração provocado por um objeto perfurante, o que provocou uma hemorragia torácica. Pâmella estava grávida de aproximadamente 9 meses e teve o filho, um menino, arrancado da barriga. A principal suspeita de ter cometido o crime é uma mulher, que está presa. O caso chocou os moradores não só de Macaé, mas de toda a região e repercutiu em todo o Brasil.

Segundo informações da Polícia Militar, o batalhão de Macaé inicialmente foi acionado para uma ocorrência de encontro de cadáver, mas aos poucos a história real do que havia acontecido foi descoberta. A suspeita de ter cometido o crime foi presa após ter procurado uma unidade de saúde. Ela foi com o bebê até a UPA de Barra de Macaé buscando atendimento para o menino, dizendo ser mãe do recém-nascido e que havia tido o parto em casa, de forma natural. O bebê não resistiu. A mulher foi levada para o Hospital Público de Macaé, onde acabou sendo presa após a equipe médica desconfiar da história e chamar a polícia. Um exame também mostrou que ela não estava grávida e nem esteve grávida nos últimos meses. Na bolsa da suspeita foram encontrados um canivete e uma chave que a polícia constatou que abria a porta da casa da vítima. Nas redes sociais, populares relataram que a mulher fingia estar grávida.

continua após o vídeo

https://www.instagram.com/p/CMm0RYiDuDi/

Ainda perplexos com o acontecido, moradores da Nova Holanda e familiares da Pâmella se uniram e fizeram uma homenagem a ela e ao bebê na noite desta quinta-feira. Eles soltaram balões brancos e fogos onde a vítima morava, como forma de despedida. Os corpos dos dois foram sepultados nesta sexta-feira (19) no Cemitério Municipal Bosque das Acácias, em Carapebus.

VEJA MAIS

VEJA MAIS