segunda-feira , 19 outubro 2020
Fotos: Arquivo

Aumento na conta de luz da Ampla é aprovado

Fotos: Edson Ferreira / Vinnícius Cremonez
Fotos: Edson Ferreira / Vinnícius Cremonez

Foi aprovado nesta terça-feira (10) o aumento  no valor da conta de luz da Concessionária Ampla, que foi apontada recentemente pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) como a quinta pior do ramo no país. O novo valor passará a valer a partir do próximo dia 15 e afeta 2,5 milhões de unidades consumidoras localizadas em 66 municípios do Rio de Janeiro.

Em nota, a Ampla afirma que o reajuste tarifário anual será, em média, de 42,19% para todos os clientes da distribuidora. O reajuste para os consumidores de baixa tensão (Residencial e subclasse residencial baixa renda) será em média de 36,41%.

Já para os clientes de alta tensão e média tensão (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio), o índice será em média de 56,15%, principalmente porque esses consumidores têm na composição de sua fatura uma parcela maior associada ao consumo de energia, quando comparado ao residencial.

Somente 19,5% da conta de luz se destina ao serviço de distribuição de energia operado pela Ampla. Ou seja, numa conta de luz no valor de R$ 100, apenas R$ 19,50 são destinados à distribuidora, para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. Veja abaixo como ficou a composição da conta de energia após aprovação do reajuste tarifário da Ampla anunciado hoje pela Aneel.

 

Mais do SFn