Aulas presenciais na rede estadual são suspensas em Aperibé, Cambuci, Cordeiro, Itaocara, Pádua e outras cidades

As aulas no modelo de ensino híbrido também foram suspensas em outras cidades; veja quais. Por outro lado, o sistema híbrido foi autorizado em Bom Jardim, Cantagalo, Macuco, Santa Maria Madalena e São Fidélis

Imagem ilustrativa

As aulas presenciais nas escolas da rede estadual em 35 municípios do estado do Rio de Janeiro e na capital foram suspensas pela Secretaria Estadual de Educação, em decorrência do aumento de casos de Covid-19. Como mostrado pelo SF Notícias mais cedo, em outros 56 municípios, as escolas estão autorizadas a oferecer aulas no modelo de ensino híbrido (presencial e remoto), na próxima semana, entre os dias 9 e 13 de agosto. As unidades dos demais municípios permanecerão com ensino exclusivamente remoto e funcionarão apenas para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

As aulas no modelo de ensino híbrido (presencial e remoto) foram suspensas em escolas estaduais de Aperibé, Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Cardoso Moreira, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Itaperuna, Miracema, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, São Sebastião do Alto, São José de Ubá, Trajano de Moraes, Varre-Sai, Duque de Caxias, Belford Roxo, Carapebus, Iguaba Grande, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados, Rio das Flores, Rio de Janeiro, São João de Meriti, São Pedro da Aldeia, Seropedica, Silva Jardim e Teresópolis.

Conforme prevê a Resolução nº 5.930/2021, publicada no dia 23 de abril, que estabeleceu protocolos e orientações complementares para o atendimento nas unidades escolares públicas e privadas do sistema estadual de ensino, em caso de bandeiras vermelha e roxa, as unidades escolares da rede pública estadual funcionarão apenas para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos. As aulas, nesses casos, acontecerão somente de forma remota. Já a partir das bandeiras de risco laranja, amarela e verde, as escolas estaduais poderão desenvolver atividades pedagógicas com os estudantes que tenham interesse em frequentar aulas presenciais, mediante a capacidade física da unidade, em sistema de rodízio, respeitando as normas de distanciamento.

Sistema híbrido autorizado
O Governo do Estado autorizou o Ensino híbrido (presencial e remoto) em 56 municípios na semana de 09 a 13 de agosto. Nesse caso, as unidades escolares poderão oferecer atividades pedagógicas presenciais. Caberá aos responsáveis, ou alunos maiores de idade desses municípios, a opção pelo retorno presencial ou a permanência somente no ensino remoto. Caberá também a direção das unidades escolares decidirem se irão ofertar aulas presenciais ou não.

Em nossa região, está autorizado o Ensino híbrido nas escolas estaduais de Bom Jardim, Campos dos Goytacazes, Cantagalo, Macuco, Nova Friburgo, Santa Maria Madalena e São Fidélis. As escolas deverão realizar as adequações necessárias ao seu plano de ação em vigor, de acordo com o planejamento alternativo previamente elaborado pelo estabelecimento de ensino. Caberá às direções a organização das atividades presenciais, observando a sua realidade, considerando o projeto pedagógico da unidade escolar, os docentes disponíveis, o distanciamento social e os protocolos sanitários.

VEJA MAIS

VEJA MAIS