Atleta de Madalena é o único brasileiro a subir no pódio do Mundial de Artes Marciais Online

Willian de Souza ficou em segundo lugar na categoria PCD. Raylla Motta e Mariana Oliveira ficaram na quinta colocação de suas categorias
Imagens: divulgação

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a internet virou um verdadeiro centro esportivo, com competições de diversas modalidades de uma forma diferente; algo que já entrou para a história. Atletas de Santa Maria Madalena, no interior do Rio de Janeiro, estão fazendo parte dessa história. Willian de Souza, Raylla Motta, Kyara Motta e Mariana Oliveira competiram com atletas de vários países no Campeonato Mundial de Artes Marciais Online. Eles representaram Santa Maria Madalena e a LIKERJ. O evento online é uma das alternativas encontradas pelas organizações esportivas marciais para manterem os atletas em treinamento constante. O campeonato funcionou da seguinte forma: os atletas gravavam os seus vídeos em casa e encaminhavam para o professor. Após avaliação técnica, o professor encaminhou os vídeos para a organização do evento, junto a dados de cada atleta. Daí a organização separou todos os vídeos por idade, graduação e arte marcial. A comissão organizadora montou um quadro de árbitros credenciados e os mesmos foram avaliando os vídeos com notas. Na primeira fase vários atletas foram eliminados e os atletas com as melhores notas foram avançando para as fases seguintes. Os atletas classificados para semifinal e final tiveram o direito de gravar mais dois vídeos diferentes e encaminhar a organização do evento dentro do prazo estipulado. (continua após o vídeo)

Entre os quatro atletas de Santa Maria Madalena, apenas um foi eliminado nas primeiras fases. Na semana passada os atletas Willian, Raylla e Mariana receberam uma ótima notícia. Eles avançaram e ganharam o direito de gravar um novo vídeo para disputarem as semifinais e finais. O resultado final saiu nesta segunda-feira (01/06), e entre os campeões da categoria PCD (atletas especiais) estava Willian de Souza, de 27 anos, que ficou em segundo lugar. Ele foi o único brasileiro a subir no “pódio online” da competição. Já a atleta Raylla Motta ficou em quinto lugar na categoria até 11 anos e a Mariana Oliveira ficou na mesma colocação, só que na categoria 12/13 anos. Como premiação os atletas recebem certificados virtuais com a sua colocação onde podem imprimir e guardar a recordação de sua participação. A conquista é fruto de um trabalho brilhante desenvolvido pelo professor e atleta Willian de Souza da Conceição, conhecido como Mano, com atletas de Santa Maria Madalena. Foi ele que inscreveu os atletas na competição.

VEJA MAIS

VEJA MAIS