Atitude irresponsável: Corpo de Bombeiros recebeu mais de 27 mil trotes em todo estado nos últimos 6 meses

Além do deslocamento das viaturas e do congestionamento da linha 193, os trotes também geram gastos desnecessários

Um dado preocupante. O balanço do 1º semestre mostra que o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro recebeu mais de 27 mil trotes, ou seja, equipes foram deslocadas para atender falsos chamados diversas vezes, colocando em risco a vida de quem realmente precisa do socorro.

Os militares que trabalham na sala de operações são treinados e possuem experiência para identificar quando se trata de um trote ou não, mas às vezes as ligações são tão reais, que o socorro é deslocado até o local da falsa chamada. Além do deslocamento das equipes e do congestionamento da linha, os trotes também geram gastos desnecessários de dinheiro.

Apesar da crescente conscientização da população, as ligações indevidas ainda representam grande parcela (18%) das chamadas feitas diariamente para o 193. Nos primeiros seis meses, foram registrados 27.291 trotes segundo o Corpo de Bombeiros.

“As chamadas indevidas geram custos desnecessários para a corporação e colocam em risco a vida de quem realmente precisa de ajuda. Só ligue 193 em caso de emergência”, ressaltou o coronel Leandro Monteiro.

continua após a imagem

Nos primeiros seis meses do ano o Corpo de Bombeiros atendeu a mais de 155 mil chamados. Os acidentes de trânsito lideraram as ligações para o telefone 193, entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2022. Foram registrados 27.937 acionamentos para este tipo de evento, sendo 17.161 para colisões de veículos, 5.370 para quedas de veículos, 4.353 para atropelamentos e 1.053 para capotagens de veículos.

Os Atendimentos Pré-Hospitalares (APHs) representaram 27.571 chamados, incluindo quedas, mal súbitos, agressões, eventos clínicos e outros acidentes diversos. No primeiro semestre de 2022, a corporação já combateu 16.041 incêndios em áreas urbanas e rurais. Nossos militares atuaram em 4.304 focos de fogo em vegetação, sendo 127 em áreas protegidas, como parques e reservas.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Nas praias do Estado, os guarda-vidas do CBMERJ realizaram 10.819 salvamentos marítimos neste período, com o apoio de embarcações, drones e aeronaves. As buscas e resgates de pessoas em montanhas, matas, trilhas, rios, lagos, represas, edificações e elevadores somaram 4.743 chamados.

No total, até o momento, os militares fizeram 10.359 capturas e resgates de animais, incluindo gatos (2.341), cobras (2.302), cães (2.167), gambás (1.520), cavalos (419), aves (362), capivaras (250) e outros. O CBMERJ foi acionado para 4.253 eventos relacionados a chuvas: 3.159 cortes de árvores, 673 inundações e alagamentos e 421 deslizamentos e desabamentos.

As aeronaves da corporação executaram 287 voos operacionais, no período, para apoio a ocorrências de busca e salvamento (marítimo e terrestre), monitoramento ambiental, combate a incêndio florestal, transporte inter-hospitalar e etc.

VEJA MAIS

VEJA MAIS