Arte de salvar vidas: profissionais de saúde são homenageados em muro de escola em Trajano

Homenagem foi feita no dia em que Trajano celebrou seus 130 anos de Emancipação Político Administrativa

A pandemia da Covid-19 mudou o mundo e ficará marcada na história da humanidade. O que também ficará marcada em nossa memória e no muro de uma escola em Trajano de Moraes, na Região Serrana do Rio, é a atuação dos profissionais de saúde, que estão diariamente e incansavelmente ‘lutando’ na linha de frente no combate ao coronavírus.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Pensando em homenageá-los e fazer um alerta à população, Rodrigo Viana, prefeito de Trajano de Moraes, chamou o artista Marlon Gitiranna Silva de Carvalho, o Muk, para grafitar o muro de uma escola, localizada em uma das esquinas mais movimentadas da cidade. O desenho une a homenagem aos profissionais de saúde e as belezas naturais do município. No local as cores fortes e o traço firme do artista deixam nítido que o momento ainda é de cautela.

continua após a imagem

“É uma forma não só de reconhecer, mas de agradecer pelo trabalho deles, que é tão cansativo e que exige uma dedicação tão grande. Eles merecem muito mais do que um painel, mas é o que a gente pode fazer no momento. Essa arte chega na hora onde estamos atravessando uma Pandemia mundial, mas também em um dia onde comemoramos 130 anos de Emancipação Político Administrativa com muitas restrições. Obrigado Marlon Muk pela arte”, agradeceu o prefeito Rodrigo Viana.

O alerta por meio da arte faz sentido para a cidade que foi a última no Estado do Rio de Janeiro a ter registro de casos e também de óbitos. “Com esse trabalho, a gente também quer alertar as pessoas. Desde o começo nossa população aderiu veemente a solicitação feita pela prefeitura, que é manter o distanciamento social e o uso de máscara e álcool gel como proteção de contágio e contaminação ao próximo. Os decretos estão aí e precisam ser cumpridos”, comentou o vice-prefeito Matias Mendes.

O objetivo, segundo o grafiteiro Marlon Muk, é de chamar a atenção. Mesmo antes de terminar a pintura do painel, quem passava pelo local já parava para ver. A Avenida Castelo Branco é um ponto conhecido, além de ter um alto fluxo de pessoas e de veículos trafegando no local. “Enquanto grafitava as pessoas já começaram a passar, tirar fotos, perguntar o que era. Sempre quis chamar a atenção, é claro, mas não imaginava que a repercussão seria tão grande e positiva. Estou satisfeito com o resultado. Recebi relatos de pessoas que viram, gostaram, e até de profissionais da saúde agradecendo. Falar sobre eles é muito necessário e gratificante”, concluiu o artista Marlon Muk.

VEJA MAIS

VEJA MAIS