Área de proteção de aproximadamente 30 mil m² é desmatada em Trajano de Moraes No local, policiais ambientais apreenderam dois caminhões, um trator e aproximadamente 5 m³ de eucalipto

No local, policiais ambientais apreenderam dois caminhões, um trator e aproximadamente 5 m³ de eucalipto

Fotos: divulgação

Uma área de aproximadamente 30 mil m² foi desmatada por madeireiros na localidade de Tapera, no município de Trajano de Moraes. Segundo a Polícia Ambiental, quando os policiais chegaram ao local encontraram um caminhão munck que estava arrastando toras de eucalipto, além de um trator dotado de corrente e cabo de aço e um caminhão carregado com aproximadamente 5 m³ de eucalipto. Dois homens que estavam no local foram encaminhados para a delegacia do município para prestarem depoimento.  O desmatamento na área já vinha sendo denunciado pelo prefeito do município, Rodrigo Viana. “Não se trata de um corte para questões de sobrevivência, estamos falando de caminhões e caminhões de um Eucalipto quase centenário, que estão dentro de uma mata nativa onde há nascentes e ao meio dele árvores nativas. O destino não é para ajudar famílias de Trajano, a madeira vai toda para grandes madeireiras de cidades vizinhas e são muitos caminhões por dia, estão devastando o entorno da sede do nosso 4º distrito, não vamos permitir.” (continua após a foto)

No dia 04 de junho equipes da Secretaria de Meio Ambiente do município e do Inea fizeram uma operação no local e apreenderam um caminhão carregado de toras de eucalipto. No dia 11 foi feita uma nova operação, com apoio da Polícia Ambiental. Até um helicóptero foi usado nas ações. A população pode ajudar no combate aos crimes ambientais, fazendo denúncias para o Programa Linha Verde, o disque denúncia do meio ambiente, através dos telefones 0300 253 1177 (Linha Verde) e/ou 021 2334-7632 (Agência de Inteligência do Comando de Polícia Ambiental).

Mais do SFn