Aposentada de 90 anos volta a estudar e sonha com a universidade, em Campos

Ela participa do Programa Escola dos Saberes, desenvolvido em cinco Casas de Convivência do município, para pessoas acima de 60 anos
Fotos: Renan Liu/ Fonte: Secom Campos

Aos 90 anos e aposentada, a senhora Maria Amália decidiu voltar a estudar, o que foi possível através da Escola dos Saberes, um projeto da Prefeitura de Campos, idealizado pela Superintendência de Envelhecimento Saudável e Ativo (Sesa) e Secretaria de Educação.

“Comecei a trabalhar muito nova, estudei, trabalhei anos e anos como auxiliar de consultório e quando me aposentei, pela segunda vez, minha filha ficou preocupada de eu entrar em depressão e disse que já tinha ouvido falar nas atividades físicas, que o Centro Dia oferece. Confesso que fiquei receosa em encontrar velhinhos e velhinhas. Mas, encontrei idosos ativos, espertos e animados. Mesmo tendo formação ginasial, me inscrevi na Escola dos Saberes porque quero chegar à universidade” — relatou a aposentada que estuda no Centro Dia, em Guarus.

O Programa Escola dos Saberes é desenvolvido nas cinco Casas de Convivência do município de segunda a sexta. Pessoas a partir de 60 anos de idade podem se matricular. Os professores são disponibilizados pela Smece, através da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que também cede um assistente social para acompanhar o desenvolvimento dos alunos.

Segundo a superintendente de Envelhecimento Saudável e Ativo, Heloísa Landim, em Campos, 35% da população idosa não teve a oportunidade de receber o ensinamento educacional, por variados motivos.

“Vamos muito além do que a EJA. Com os conteúdos transversais, os idosos vão ter, inclusive, Educação Social, Economia Doméstica, Direitos e Deveres do Idoso, Educação para Saúde, Ancestralidade. No Centro Dia, por exemplo, será trabalhada a história do Quilombo de Custodópolis. Não são conteúdos da escola formal, porém são importantíssimos” — afirmou Heloísa, ressaltando que para a concretização dos conteúdos transversais já foi realizada parceria com a Superintendência da Igualdade Racial e Codemca (Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos).

VEJA MAIS

VEJA MAIS