Após ser identificado pela PM de São Fidélis, genro se entrega e confessa ter matado idoso

Carro de idoso foi deixado em um motel às margens da RJ-158, em São Fidélis
Imagens: SF Notícias

O homem acusado de ter matado Manoel Antônio Luiz Pereira, de 72 anos, se entregou à polícia na noite deste domingo (26/11). Felipe Quintanilha Ferreira, que é companheiro da filha do idoso, foi identificado após ter deixado o carro roubado na casa da vítima em um motel às margens da RJ-158, em São Fidélis.

O crime aconteceu na noite de sexta-feira (24/11) em Barcelos, distrito de São João da Barra. O carro foi encontrado no motel em São Fidélis, na tarde de sábado (25). Além do carro, também foram levados da casa do idoso um cordão de ouro e uma TV de 32 polegadas.

De acordo com informações da polícia, Felipe teria ido pedir dinheiro ao idoso para pagar uma dívida de R$ 3 mil, mas os dois acabaram discutindo. Houve luta corporal e o idoso acabou sendo atingido por um golpe de facão. A  polícia informou ainda que Felipe irá responder por latrocínio.

O vídeo (final da matéria), obtido com exclusividade pelo SF Notícias, mostra o momento em que Felipe deixa o quarto do motel e entra em um táxi. O carro deixado no motel, um Crossfox de cor branca, estava com marcas de sangue na porta traseira e no para-brisa. Também havia marcas de sangue no interior do carro.

Após deixar o motel, Felipe foi até o Centro de São Fidélis e, depois, seguiu de táxi para Campos. O taxita contou que deixou o mesmo em um banco na Praça São Salvador, no Centro de Campos, e que ele fugiu sem pagar.  Em seu carro o taxista encontrou uma chave que constatou-se ser do Crossfox.

Dentro do veículo roubado os policiais da 4º Companhia encontraram um celular resetado. De acordo com a Polícia Civil de São João da Barra, onde Felipe se entregou, o mesmo permanece na DP aguardando transferência para o presídio.

VEJA MAIS

VEJA MAIS