sexta-feira , 30 outubro 2020

Aos 108 anos Dona Maria José comemora o Dia Nacional do Idoso.

Maria José Silva Martins, natural de Cambuci e do alto dos seus 108 anos (em registro, mas os familiares acreditam ser mais, pois seu filho mais velho teria, se vivo 94 anos) é nossa homenageada pelo dia de hoje.
Cercada pelos cuidados e carinho da família, ao todo, 9 filhos, 30 netos, 22 bisnetos e 11 tataranetos, D. Maria é extremamente lúcida, conversada, e bem humorada, exceto quando fica longe do seu cachimbo.

A nossa simpática idosa, necessita hoje, de uma cadeira de roda, para poder se locomover ter uma melhor qualidade de vida ao lado dos seus familiares.

2
Fotos: arquivo pessoal

“Ela é muito alegre, mesmo com suas limitações causada pela idade, perda da visão, incapacidade de andar…. Mesmo assim, ela conta suas histórias, canta sua musicas, alegrou toda a enfermaria, no periodo que esteve internada. Só sai do sério, por causa do seu cachimbo!” – Declara o Bisneto Tiago Moreira, que ainda faz um apelo… “Se alguém puder nos doar, emprestar uma cadeira de roda, para proporcionamos a nossa vovó, uma melhor qualidade de vida, com banhos de sol, ouvir o movimento da rua, ficaríamos muito agradecidos!”

O Dia Nacional do Idoso foi criado em 2003 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), até o ano de 2006, esta data era celebrada, no Brasil, no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do Estatuto do Idoso em 1º de Outubro, o Dia do Idoso foi transferido para esta data de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.
O regulamento traz várias disposições como:
* Não ficar em filas;
* Não pagar passagem de ônibus coletivo;
* Descontos em atividades de cultura, esporte e lazer;
* Adquirir medicamentos gratuitos nos postos de saúde;
* Vagas de estacionamento;
* Dentre outras, medidas em respeito à fragilidade em que os mesmos se encontram.

O Dia Nacional do Idoso tem como objetivo alertar, informar e principalmente sensibilizar a sociedade para as necessidades e direitos dos nossos idosos. É preciso que sejam tratados com reverência e consideração, por serem mais velhos e por terem mais experiência de vida, aspectos fundamentais para a sua estabilidade emocional.

Em nosso município, o C.A.T. I – Centro de Atenção à Terceira Idade – que tem como Coordenadora Geral Rafaela Pontes Berriel, é um projeto da Prefeitura de São Fidélis, direcionado ao bem estar dos cidadãos idosos e atende 193 idosos no polo do centro da cidade sobre a direção de Valéria Gandra.
Várias atividades são realizadas como: atividade física, oficinas de musicalização (Banda, Coral e Coreografia), Alfabetização, Oficina de trabalhos manuais, recreação e lazer.
São oferecidos também Atendimento Psicossocial, Psicoterapia (individual ou em grupo), Fisioterapia, Médico e Enfermagem.
Atende as áreas do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social no 1º e 2º distritos e às comunidades de PUREZA onde são atendidos 60 idosos e a coordenação está por conta de Aline Gomes e em VALÃO DOS MILAGRES onde são atendidos 36 idosos sob a coordenação de Eliones Moraes.
Durante todo o mês de setembro, foram realizadas atividades alusivas ao Dia do Idoso, tendo seu encerramento, na próxima sexta-feira, dia 04, com o Tradional Concurso de Forró da Terceira Idade, ás 20 horas na Quadra de Esporte Humberto Lusitano Maia com a presença da banda Forró Maneiro.

Mais do SFn