sexta-feira , 30 outubro 2020
Fotos: SF Notícias

Anvisa e Ministério da Saúde divulgam novos critérios para doação de sangue e transplante Notas Técnicas foram emitidas considerando os recentes registros de casos de febre no Brasil

Notas Técnicas foram emitidas considerando os recentes registros de casos de febre no Brasil

Fotos: Divulgação

Considerando os recentes casos de febre amarela pelo país e também o risco de transmissão da doença por meio de transfusão sanguínea ou transplante, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde (MS) divulgaram Notas Técnicas relacionadas aos critérios clínicos para triagem de candidatos à doação.

Segundo as notas, os candidatos à doação de sangue que já tiverem sido vacinados deverão aguardar quatro semanas para doar, a partir da data da vacinação.

Já aqueles que vivem em áreas silvestres, rurais ou de mata dos municípios com casos suspeitos ou confirmados de febre amarela e que não tenham sido vacinados devem ser considerados inaptos. Também serão considerados inaptos, mas por 30 dias, os doadores que viajaram para as áreas de risco e que também não tenham sido vacinados.

Após doar, os doadores devem ser instruídos para que comuniquem o serviço de hemoterapia caso apresentem qualquer sinal ou sintoma de processo infeccioso até 14 dias após a doação.

Mais do SFn