Antes de chegada de grande frente fria, calor aumenta no estado do Rio

O calor aumenta hoje, mas a tendência é de queda de temperatura a partir desta sexta justamente por causa da frente fria
Fotos: SF Notícias

O calor pode bater recorde em algumas áreas do estado do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (04/02) antes da chegada de uma grande frente fria. Segundo a Climatempo, o ar tem estado muito quente em todo estado por causa do sol forte, da falta de chuva e também da ausência de ventos frios de origem polar. As frentes frias, que trazem o ar fresco, não estão conseguindo chegar a Região Sudeste do Brasil por causa de uma situação de bloqueio causada pela circulação de ventos em vários níveis da atmosfera. Mas, essa situação está mudando e uma grande frente fria está avançando sobre a Região Sul do Brasil e vai chegar ao Sudeste neste fim de semana. Esta frente fria vai espalhar a chuva não só sobre o estado do Rio, mas também em áreas de Minas Gerais e Espírito Santo.

A Climatempo explica que a aproximação desta frente fria nesta quinta vai intensificar os ventos do quadrante norte sobre a cidade do Rio. Estes ventos são quentes, vindos do interior do país e vão ajudar a aquecer ainda mais o ar. Para a região, o Instituto Nacional de Meteorologia prevê máximas de 38°C no Norte Fluminense e até 39°C no Noroeste. A máxima também passa dos 30°C na Região Serrana, podendo até passar de 34°C em São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena e Macuco. O calor aumenta hoje, mas a tendência é de queda de temperatura a partir desta sexta justamente por causa da frente fria que está chegando ao estado do Rio. Junto com a diminuição do calor virão também os temporais novamente.

“A população do estado do Rio de Janeiro deve ficar atenta para o risco de tempestades durante a sexta-feira e também no fim de semana” – alerta a Climatempo. A combinação da chuva com excesso de nebulosidade e os ventos frios de origem polar contribuem para manter a temperatura agradável durante o primeiro fim de semana de fevereiro em todo o estado do Rio de Janeiro.

VEJA MAIS

VEJA MAIS