quinta-feira , 29 outubro 2020

Alunos do Barão de Macaúbas, em São Fidélis, fazem arte no muro e desenhos são pichados Artista Jhansey Oliveira que ajudou alunos a grafitar falou sobre o ato de vandalismo

Artista Jhansey Oliveira que ajudou alunos a grafitar falou sobre o ato de vandalismo

arte-barao-de-macaubas-5
Foto: Vinnicius Cremonez

Alunos do Colégio Estadual Barão de Macaúbas (CEBAMA), de São Fidélis, com a permissão da diretora da unidade e junto ao artista fidelense Jhansey Oliveira, realizaram uma transformação artística nos muros da escola.

Estudantes de todas as turmas grafitaram os muros, sem um tema específico. Os desenhos surgiram da criatividade de cada um e juntos transformaram simples paredes em um painel de várias cores e formas. Ao todo foram 36 desenhos, 10 paredes com poesias do também fidelense Thiago Yuri e outras duas de Antônio Fernandes.

A aluna do 7º ano, Kamilly Cunha, de 14 anos, participou do projeto. Para ela participar foi inexplicável e um momento de união entre os alunos:  “Foi uma experiência única, a arte é uma coisa que não tem como explicar,

jhansey-arte-barao
Artista fidelense Jhansey Oliveira ajudou os alunos

um sentimento muito lindo e não mostramos só arte, mas sim união porque fizemos todos juntos”. Jhansey também falou sobre o trabalho, que segundo ele foi especial e maravilhoso: “Tentei passar para eles um pouco do que eu sei, foi bem legal” – afirmou.


Arte x Vandalismo

Dias após o esforço e trabalho em equipe dos alunos, os desenhos foram pichados, o que causou muita indignação  àqueles que participaram. Kamilly conta que todos ficaram chateados: “São desenhos que fizemos com muita
luta, com muita alegria, com muito amor, mas não desistimos e é isso, arte sim,vandalismo não”.grafite-pichacao-barao

Já o artista explicou a diferença entre os desenhos dos adolescentes e as pichações: “É complicado, a gente dá um duro, gasta tempo e dinheiro pra vim pessoas mal intencionadas e estragar nossos trabalhos. Mas, no mundo tem pessoas boas e pessoas ruins. Bola pra frente, isso não vai me desanimar nem fazer abaixar a cabeça. A diferença entre o grafite e a pichação é que o grafite é arte e pichação é crime”. Ele disse ainda que a partir de amanhã pretende restaurar os desenhos.

arte-barao-de-macaubas-4

Mais do SFn