Alunos da rede estadual voltam às aulas 100% presenciais na próxima segunda-feira

Decisão pelo fim do ensino híbrido (presencial e remoto) foi tomada a partir da confirmação de que a maioria dos profissionais de educação está com o esquema vacinal completo

O Governo do Estado anunciou que os alunos da rede estadual de ensino voltarão às aulas 100% presenciais na próxima segunda-feira, dia 25 de outubro, conforme Decreto Estadual nº 47.801, de 20 de outubro de 2021. A decisão pelo fim do ensino híbrido (presencial e remoto) foi tomada a partir da confirmação de que a maioria dos profissionais de educação está com o esquema vacinal completo. Mais de 95% dos funcionários dos colégios tomaram a primeira dose e mais de 85% já receberam a segunda ou a dose única. Vale destacar que a Secretaria de Estado de Saúde já está imunizando jovens de 12 a 17 anos, faixa etária dos alunos da rede.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O governador Cláudio Castro disse que o avanço da imunização é fundamental para que a volta completa seja possível. “O retorno dos estudantes às salas de aula é motivo de comemoração para a comunidade escolar, que poderá voltar a cumprir um planejamento integral e consistente de ensino. Este momento representa um importante marco na superação da pandemia, graças ao alcance de mais de 85% dos profissionais da rede estadual completamente imunizados”, disse o governador.

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que atua para proporcionar um retorno seguro para todos os alunos e servidores, seguindo os atuais protocolos sanitários, incluindo a constante sanitização das escolas e as regulamentações expedidas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, bem como pelos municípios.

Os alunos e professores continuam recebendo máscaras e o seu uso segue como obrigatório em todas as unidades escolares da rede estadual. O secretário de Estado de Educação, Alexandre Valle, reforça a importância da medida. “Há tempos estamos trabalhando por este momento. Acreditamos em um retorno seguro e produtivo, com bom aproveitamento das aulas e respeito aos protocolos sanitários. Estamos falando do futuro dos nossos filhos e do nosso estado. O ensino presencial é fundamental para o convívio e formação dos nossos alunos”, disse o secretário.

VEJA MAIS

VEJA MAIS