quinta-feira , 22 outubro 2020

Agricultores voltam à rotina com o retorno das chuvas em S.Fidélis

seca paraíba 6
Fotos: Vinnicius Cremonez

Era comum encontrar caixotes com legumes e verduras às margens das estradas vicinais dos distrito e localidades rurais de São Fidélis, principalmente em Colônia, 4º distrito, mas essa rotina mudou em junho do ano passado, quando o município começou a ser afetado pela seca sao fidelis 3pior estiagem já vivida.

A zona rural e serrana do município, foram e continuam sendo as áreas mais afetadas, onde várias propriedades, ficaram sem água e sem comida para os animais. A seca atingiu 80% da extensão rural do município. No dia 30 de setembro quando a situação começou a ficar ainda mais crítica, a Prefeitura Municipal de São Fidélis decretou situação de emergência nas áreas do município afetadas pela estiagem, mas o decreto de nº 3.181, ainda não foi reconhecido pela União, e o município não recebeu ajuda do Governo Federal e nem Estadual. No decreto o prefeito Luiz Carlos Fernandes Fratani, o Fenemê, diz que o desastre superou a sua capacidade de gestão pública, e que seriam necessários cerca de R$ 3 Milhões de reais para realizar obras emergências e outras ações, para que possa amenizar a situação do município.

Um levantamento feito pela Cooperativa de Laticínios de São Fidélis, mostrou que mais de 300 associados foram afetados com a queda na produção de leite. O presidente da cooperativa solicitou apoio da prefeitura como máquinas para fazer açudes e caminhões para transporte de rações, pois o custo é muito alto e somente é encontrado em localidades distantes.

seca novo 6Uma das alternativas para alimentar o gado durante a seca, foi puxar cana de municípios vizinhos, como Campos e Cardoso Moreira, mas com o passar do tempo, o produto ficou ainda mais caro com a seca e os produtores passaram a ficar sem dinheiro para pagar. Além do preço alto, a cana sumiu do mercado.

Para se ter uma ideia do prejuízo causado pela estiagem, em julho de 2013 foram produzidos 325.228 litros e no mesmo período deste ano, foram apenas 248.166 litros de leite produzidos. Um levantamento feito pela EMATER-RIO, apontou uma redução de 80% da produção leiteira e 30% de perda na lavoura e produção olerícola, além de um impacto iminente no aumento da perda no peso e índice reprodutivo do gado de corte e leiteiro(pecuária) estimado em 30%. Esses números já atingiram um patamar maior.

seca paraíba 7Em qualquer parte do município é possível ver os rastros deixado pela seca. Animais mortos, o Rio Paraíba do Sul encolhendo cada vez mais e lagos e açudes secando, como um lago que fica em frente ao matadouro municipal na RJ 158 entre São Fidélis e Campos, que está secando a cada dia que passa.

Antes era comum ver pessoas pescando nesse lago, mas assim como muitos outros lagos espalhados pelo território fidelense, o local ficou cada vez mais vazia e o lago, acabou secando.

seca novo 4A chuva chegou e começou a trazer aquela velha rotina dos caixotes de volta, assim como o capim voltou a crescer e a água, voltou a aparecer na maioria das propriedades afetadas, mas ainda existem lugares, onde os animais estão ficando sem comida.

Segundo o secretário de agricultura seca sao fidelis 4de São Fidélis, Gilberto Hentzy, as últimas chuvas trouxeram a esperança dos agricultores e produtores de volta, mas ainda falta muito. Segundo Gilberto, eles estão felizes da vida com a rotina de volta, e os caminhões já voltaram a levar os legumes e verduras, para a CEASA em Ponto Pergunta e no Rio de Janeiro.

Ainda de acordo com Gilberto, aproximadamente três mil animais morreram (entre 2.800 e 3000). Não se sabe o número exato, pois muitas fazendas não foram visitadas pelas equipes, devido o difícil acesso, e outros agricultores não procuraram a secretaria. Gilberto espera que a chuva continue caindo, para que a situação do município continue melhorando cada vez mais.

 

seca novo 8

Mais do SFn