segunda-feira , 21 setembro 2020

Adeus, inverno! Clima será ainda mais quente em setembro no RJ, prevê Climatempo Primavera só começa no dia 22, mas setembro promete ter temperaturas acima do normal e chuva abaixo da média

Primavera só começa no dia 22, mas setembro promete ter temperaturas acima do normal e chuva abaixo da média

Fotos: SF Notícias

Os fluminenses devem se preparar para mais um mês quente e seco no Rio de Janeiro, segundo a Climatempo. Apesar de setembro começar com um pouco de chuva e temperaturas amenas na região metropolitana, devido à passagem de duas frentes frias, a tendência é de que as próximas semanas sejam marcadas por muito calor e pouca chuva no estado. De acordo com análises do meteorologista Filipe Pungirum, da Climatempo, a primeira frente fria irá influenciar o Grande Rio logo no primeiro dia do mês. No entanto, apesar das temperaturas ficarem um pouco mais baixas, a previsão é de pouca chuva. Com o afastamento deste sistema para o oceano, a expectativa é de que o tempo volte a ficar firme e de que as temperaturas subam de forma gradativa na capital entre os dias 2 e 5 de setembro. A segunda frente fria deve mudar o tempo no feriadão do Dia da Independência. Entre os dias 7 e 9 de setembro, o tempo fica instável na região metropolitana e as temperaturas devem cair novamente, mas não há previsão de frio intenso e nem chuva volumosa. (continua após a publicidade)

Ainda de acordo com o meteorologista, entre os dias 10 e 22, uma grande e forte massa de ar seco vai voltar a ganhar força sobre o estado do Rio, e temperaturas muito acima do normal para o mês serão observadas na capital. A chuva só deve retornar à região metropolitana a partir do dia 23 de setembro, quando duas novas frente frias devem avançar sobre a costa do estado. A expectativa é de que temperaturas acima do normal para setembro sejam observadas em todo estado do Rio. “Além disso, a atuação persistente da massa de ar seco também irá impedir a ocorrência de chuva na maioria das áreas, que terão chuva abaixo da média” – destaca a Climatempo.

Mais do SFn