quinta-feira , 29 outubro 2020
Milena Couto Monteiro foi baleada durante uma discussão com Júlio Cézar Freire Navega, em agosto de 2016

Acusado de matar fidelense em Itaocara é condenado a 14 anos

Fotos: reprodução do facebook

Aconteceu nesta quinta-feira (22) o julgamento de Júlio Cézar Freire Navega, acusado de ter matado a fidelense Milena Couto Monteiro. O crime aconteceu em agosto de 2016 em Itaocara. Milena era moradora de Cambiasca, 5º distrito de São Fidélis.

Os dois tiveram uma discussão dentro do carro de Júlio Cézar, e Milena foi baleada no rosto. O caso aconteceu na RJ-116, próximo ao Parque de Exposições de Itaocara. Júlio chegou a levar Milena para uma unidade de saúde de Itaocara, mas ela foi transferida para o Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, onde morreu na tarde do dia 16 de agosto de 2016.

O julgamento, que seria realizado no dia 21 de fevereiro e foi adiado pela falta de uma testemunha, aconteceu nesta quinta-feira no Fórum de Itaocara. Segundo os familiares de Milena, eles foram impedidos de entrar no Fórum com camisa que estampava o rosto do jovem.

Júlio Cézar Freire Navega foi condenado pelo Júri a 14 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado. A família de Milena informou que irá recorrer da decisão.

Mais do SFn