▶️Vídeo: Padre dá puxão em criança durante batizado em São Sebastião do Alto

Mãe da menina relata que sentiu raiva, revolta, mas ao mesmo não acreditou na situação e 'travou'.

O que era para ser um momento especial para a família da pequena Jhullie Ramos Brandão, se tornou um momento de indignação. No momento do batizado da menina, que estava no colo da mãe, Juliane Caetano Ramos, ela foi puxada pelo padre da Paróquia de São Sebastião, o pároco Ricardo Schueler. O vídeo que mostra o padre puxando a criança vem sendo compartilhado nas redes sociais.

Siga o SF Notícias no Instagram @sfnoticias

O SF Notícias conversou com Juliane, mãe da bebê, que falou sobre o ocorrido. Segundo ela, a filha está doente e não quis ir no colo de ninguém e era segurada pela mãe no momento do batismo. “Ele tentou jogar (a água benta) na primeira vez, ela chorou e a tiara caiu nos olhos dela. Levantei para ajeitar e acalmar ela, ele puxou, tirei, aí ele puxou com mais brutalidade, que me arrastou junto. Agarrou no pescoço dela, vi ela gritar e abrir a boca, acredito que estava sufocada, novamente tentei tirar, aí ele soltou” – relata a mãe.

Juliane conta ainda que sentiu raiva, revolta, mas ao mesmo não acreditou na situação e ‘travou’. “Depois do acontecido, fomos falar com ele, pediu desculpas, mas sempre tentando nos convencer que fez aquilo devido a minha filha ter incomodado desde o início. Realmente ela chorou, está enjoada e com dor, mas isso não justifica a agressão que ele fez” – afirmou a mãe.

Ela relata ainda que o padre disse que a família tinha que entender, que era necessário, que ele não podia esperar o tempo da criança. No perfil da Paróquia no Facebook, o pároco publicou um comunicado se desculpando pelo ocorrido:

“Movido pelo espírito de Concórdia e de paz, quero pedir perdão a todos os que se sentiram entristecidos por minha atitude no dia de ontem, 25/05, na paróquia de São Sebastião. Reconheço minha falta de caridade com a família, a criança e os convidados. Ao término do batismo a família entrou em contato comigo na sacristia. Pude pedir perdão pelo ocorrido, embora não tenha sido intencional. Dom Luiz, nosso bispo, conversou comigo e passou suas orientações e correções. Conto com a compreensão e orações de todos! A vida é um aprendizado e em todas as ocasiões Deus quer nos santificar e nos purificar. O zelo pelos sacramentos deve estar acompanhado pelo espírito da caridade fraterna e solidária. Que Deus nos abençoe!Pe. Ricardo Pinheiro da Silva Schueller, administrador paroquial” – diz a publicação.

Procurada por nossa redação, a Diocese de Nova Friburgo disse que não irá se pronunciar oficialmente e que o caso seria resolvido internamente. A Diocese disse ainda que o Vigário-geral iria presidir a missa na noite de domingo e conversaria com a família.

📱Receba as notícias da sua cidade e região no seu WhatsApp. É muito fácil!
Basta seguir o canal do SF Notícias no WhatsApp clicando AQUI. Ao clicar no link, você será direcionado a uma página do WhatsApp, onde vai encontrar a opção de “Acessar o canal”. Depois, já dentro do canal no WhatsApp, bastará clicar em “Seguir”.

VEJA MAIS

VEJA MAIS

plugins premium WordPress