Vídeo: Guarda Ambiental encontra acampamento e armadilhas de caça às margens da RJ-162

Um acampamento montado e armadilhas instaladas para caça predatória foram encontrados entre Areia Branca e Córrego do Ouro, na região serrana de Macaé

Através de uma denúncia, a Guarda Ambiental de Macaé, da Secretaria de Ordem Pública, encontrou e desarticulou um acampamento montado e armadilhas instaladas para caça predatória em uma mata localizada às margens da Rodovia RJ-162, entre Areia Branca e Córrego do Ouro, na região serrana do município (vídeo no final). O material apreendido foi entregue à 123ª Delegacia de Polícia Civil.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Segundo a coordenadora da Guarda Ambiental, Raquel Giri, as informações recebidas davam conta de que havia uma movimentação constante de pessoas nas imediações, caçando animais como paca, jacu, quati, tatu, cotia e tamanduá, entre outros. “No local havia penas de jacu, que provavelmente foi abatido por esses dias”, disse Raquel.

Os guardas ambientais apreenderam uma espingarda calibre 32 com oito cartuchos deflagrados e seis intactos, além de 300 gramas de chumbo. O patrulhamento também achou os chamados “pontos de espera” – armadilhas com redes montadas, geralmente no alto de árvores, em lugares onde os animais se alimentam, com o propósito de capturá-los e abatê-los.

Para colaborar com a fiscalização da Guarda Ambiental, a população pode entrar em contato através do telefone (22) 99701-9770, que está disponível 24 horas. Atualmente o efetivo do grupamento conta 40 agentes, que cumprem regime de revezamento, e três viaturas.

https://www.instagram.com/p/CR47rPAjRlD/?utm_source=ig_web_copy_link

VEJA MAIS

VEJA MAIS