Vídeo: Chuva provoca alagamentos em ruas de Nova Friburgo e dois escorregamentos de terra

Toda região segue em alerta para risco de mais chuvas fortes; cidades do Norte e Noroeste Fluminense também registram alagamentos e transbordamentos de rios

Assim como em janeiro, cidades das regiões Norte e Noroeste Fluminense e Serrana do RJ estão sofrendo com as fortes chuvas neste começo de fevereiro. As chuvas desses últimos dias vêm provocando alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra e outras ocorrências. Em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, a chuva que caiu nesta quinta-feira (02) provocou alagamentos em algumas ruas do Centro e em outros pontos da cidade.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Nova Friburgo, os alagamentos foram registrados em ruas como Augusto Spinello, Farinha Filho e Monsenhor José Antônio Teixeira, e a água escoou rapidamente assim que a chuva diminuiu. A estação meteorológica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, Cemaden, localizada no bairro Perissê, registrou 11.45 milímetros de chuva nas últimas 48 horas, sendo 40.44 em menos de 06 horas.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Já a estação do bairro Cardinot registrou 89.75 milímetros em 48 horas, sendo 68.25 em 24 horas. Outras estações também registraram grandes volumes de chuva. Na Vila Nova foram 48.02 milímetros em 24h; no Caledônia foram 44.48 em 24h e 70.14 milímetros em 48h, e no Jardim Califórnia foram 41.39 milímetros de chuva em 24h e 81.49 em 48h.

As estações dos bairros Vale dos Pinheiros, São Geraldo, Ponte da Saudade, Amparo, Rio Grandina, Mury e Varginha registraram mais de 30 milímetros de chuva nas últimas 24h, e entre 50 e mais de 100 milímetros em 48h, é o caso de Varginha, que registrou 107.09 milímetros em 48h. Toda a região segue em alerta para risco de mais chuvas fortes.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Major Evi Gomes, duas ocorrências foram registradas após o temporal do final da manhã de hoje (03). Um pequeno escorregamento de terra aconteceu na Vila Amélia, onde a calçada atingida foi isolada e a Secretaria de Serviços Públicos foi acionada para a limpeza e retirada dos resíduos. Já em Olaria, na Rua Ceará, houve outro pequeno escorregamento de terra afetando uma escada, que serve de servidão para os moradores. O local está interditado mas não afetou o acesso para quem mora no local.

Além disso, algumas vias na cidade ficaram alagadas por causa do grande volume de água, especialmente no Centro. No entanto, como os bueiros estão recebendo ações de limpeza e desobstrução periódicas, inclusive nesta semana, a água escoou rapidamente quando a chuva diminuiu.

VEJA MAIS

VEJA MAIS