Vídeo: Aperibé registra 140 mm de chuva; ruas ficam alagadas e deslizamento atinge supermercado

Aperibé registrou o maior acumulado de chuva no estado nas últimas 24h. Além dos alagamentos, a chuva provocou um deslizamento de terra que atingiu os fundos de um supermercado, no centro da cidade.

Imagens: redes sociais

Aperibé foi mais um dos municípios castigados pelas fortes chuvas que atingiram nossa região entre o começo da noite desta terça e parte da madrugada desta quarta-feira (09). A estação meteorológica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, o Cemaden, localizada no bairro Verdes Campos, registrou 140,6 milímetros nas últimas horas.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

“Devido às fortes chuvas que atingiram nosso município e o volume de chuva estimado para o decorrer da semana, a Defesa Civil de Aperibé pede cautela e atenção da população que mora em áreas suscetíveis de alagamento e deslizamento”, diz o comunicado publicado pela Defesa Civil.

Além dos alagamentos, a chuva provocou um deslizamento de terra em Aperibé. O deslizamento atingiu os fundos de um supermercado, no centro da cidade. Nas imagens é possível ver que um funcionário estava próximo ao local atingido pelo deslizamento. Ninguém ficou ferido. O supermercado informou que não irá funcionar nesta quarta devido ao ocorrido.

continua após o vídeo

Alerta da Defesa Civil Nacional
Desde a última sexta-feira (04) o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Defesa Civil Nacional, vem alertando para a possibilidade de fortes chuvas em nossa região devido a formação da chamada Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) – quando uma faixa de nuvens fica praticamente estacionada, provocando grande quantidade de chuvas contínuas, na mesma área, por, pelo menos, quatro dias.

O volume de chuvas previsto é acima de 100 milímetros por dia e a região segue em alerta para previsão de mais chuvas fortes até pelo menos esta quarta-feira. Os temporais podem ser acompanhados de ocorrências de alagamentos, inundações e enxurradas e de deslizamentos de terra em áreas de encosta. Isso também é reflexo dos altos acúmulos de chuva que vêm caindo sobre essas áreas ao longo das últimas semanas.

VEJA MAIS

VEJA MAIS