Vídeo: “A água subiu rápido”; relatam moradores da região de Ernesto Machado, que perderam vários pertences

O fenômeno chamado cabeça d’água atingiu a zona rural de São Fidélis e um córrego transbordou. Muitos moradores não conseguiram salvar nada. Na localidade de Bom Jesus, a água chegou a mais de um metro de altura; veja relatos de moradores

O fenômeno chamado cabeça d’água, que atingiu a região da serra da localidade de Copinho neste sábado (12),  provocou estragos em localidades da zona rural de São Fidélis. Segundo relatos de moradores, a cabeça d’água caiu na serra e a água se dividiu entre as localidades de Copinho e Bom Jesus, e todo volume de água seguiu na direção de Ernesto Machado.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

Moradores foram surpreendidos pelo grande volume de água, que provocou o transbordamento do córrego que passa pelas localidades de Bom Jesus e Ernesto Machado. Na região de Bom Jesus, a água chegou a mais de um metro de altura. Alguns moradores precisaram ser regatados por equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, e muitos perderam todos seus pertences.

Ao SF Notícias, moradores de Ernesto Machado e o presidente da Associação de Moradores, Aldair Santos da Silva, relataram que a água chegou de repente, “É uma situação complicada, muitos anos como morador aqui nunca vi algo parecido. Na região de Bom Jesus quem mora na parte baixa do valão perdeu tudo” – contou Aldair. Segundo a moradora Ivanilza, a água chegou de repente e em pouco tempo sua casa ficou inundada. “Só foi subindo, de repente estava pra cima do joelho, a casa foi toda tomada. Não deu tempo de socorrer nada” – relata.

continua após as imagens

Equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil atuaram nas localidades atingidas, resgatando moradores. A região de Copinho, onde foi registrada a cabeça d’água, não possui estação meteorológica, por isso não é possível saber a quantidade de chuva que caiu naquela região. Moradores relataram ainda que, caso o nível do Rio Paraíba do Sul estivesse elevado como na última quarta e quinta, a situação seria bem pior.

Cabeça d’água
O fenômeno é o aumento rápido e repentino do nível de um rio corrente ou cheio, devido a chuvas nas cabeceiras ou em trechos mais altos de seu percurso. Confira no vídeo abaixo os relatos de moradores e imagens de ontem durante a inundação.

VEJA MAIS

VEJA MAIS