Ventania provoca queda de árvores na RJ 158 e 192 em SF

queda de arvores na rj 158
Foto: Dorlany Del’ Esposti

A forte ventania que atingiu a região na trade desta quinta-feira (05/12), causou a queda de diversas árvores em duas estradas que cortam São Fidélis.

No trecho que liga Campos a São Fidélis da RJ 158, o Corpo de Bombeiros recebeu 10 chamados referente a queda de árvores. A rodovia interditada precisou ser interditada em alguns pontos, e segue funcionando em sistema siga e pare em outros pontos.

 

Só no trecho que vai da Fábrica de Sucos Bela Joana e o Morro do Gambá, seis árvores caíram.

queda de arvores na rj 158 5
Foto: Lucas Cortes

Homens da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros de Campos e São Fidélis, continuam trabalhando na rodovia. Um pequeno congestionamento se formou em alguns pontos da estrada.

Os ventos chegaram a 72km/h e causou diversos prejuízos em alguns pontos de Campos. A Defesa Civil Municipal informou que recebeu mais de 50 chamados para casas destelhadas nos distritos de Ururaí e Travessão, e no bairro Novo Jockey. Árvores também caíram na BR 101, e deixou a rodovia parcialmente interditada.

Na RJ 192 que liga São Fidélis a Itaocara, pelo menos três árvores foram ao chão.

 

 

RJ 192 queda de arvore foto vinnicius cremonez 3
Foto: Vinnicius Cremonez

Nossa equipe passou no momento exato em que uma árvore caiu próximo a Cambiasca, 5º Distrito de São Fidélis. Uma equipe da Defesa Civil de São Fidélis, também estava passando pelo local na hora da queda, e bloquearam a rodovia para evitar acidentes.

Homens do Corpo de bombeiros e da Defesa Civil Municipal de São Fidélis, trabalham na rodovia para fazer a retirada das árvores.

A estrada funciona no sistema para e siga nesse trecho.

RJ 192 queda de arvore foto vinnicius cremonez RJ 192 queda de arvore foto vinnicius cremonez 22

 

 

VEJA MAIS

Anvisa determina recolhimento de lotes interditados da vacina CoronaVac

Mais de 12 milhões de doses foram envasados em fábrica não autorizada pela Agência e tinham sido interditadas no início do mês. É importante ressaltar que a CoronaVac permanece autorizada no país e possui relação benefício-risco favorável ao seu uso no Brasil

VEJA MAIS