terça-feira , 27 outubro 2020

Trotes prejudicam o serviço da Polícia Militar em São Fidélis

policia militar foto jainne oliveria
Fotos: Jainne Oliveira / Vinnicius Cremonez

Uma corporação que vem fazendo um excelente trabalho em São Fidélis, a 4º Companhia de Polícia Militar localizada no bairro Vila dos Coroados, vem sendo alvo de uma brincadeira de mau gosto, os trotes.

Homens que estão a disposição para servi e proteger a sociedade fidelense, acabam tendo o seus serviços prejudicados por estas brincadeiras, que resultam no deslocamento de uma guarnição para um falso chamado ou no congestionamento das linhas.

Segundo o Sub Tenente Barcelos, a cada dez ligações recebidas através do 190, pelo menos cinco são trotes, fora aquelas pessoas que ligam para a polícia confundido com outro número, como o Corpo de Bombeiros. Por mais incrível que pareça, muitas pessoas acabam ligando para o 190 achando que é o número do Corpo de Bombeiros.

policia sala de operações 2“Não sabemos se elas realmente não sabem ou se estão fazendo de brincadeira”, disse Cabo Gusmão, responsável pela sala de operações no dia em que nossa equipe esteve na companhia.

Ainda de acordo com o Sub Barcelos, a maior parte das ligações falsas são feitas por crianças, mas adultos também praticam essa brincadeira de mau gosto e atrapalham o serviço da PM. Agora com a volta do período escolar depois da copa, a tendência é que aumente o número de ligações falsas praticadas por crianças e adolescente, que aproveitam que estão na rua, e usam os chamados orelhões para efetuar as ligações.

POLICIA MILITAR VCREMONEZOs policias da sala de operações da companhia, conseguem identificar a maioria dos trotes devido o modo em que as pessoas falam, mas algumas ligações falsas são tão reais, que uma guarnição é deslocada para o falso chamado.

“Quando as pessoas começam a rir no telefone, começam a passar algumas informações que conseguimos perceber que não é verdade ou quando existe mais de uma pessoa falando na ligação, já é possível identificar como trote”, concluiu o Sub Barcelos.

Durante o tempo em que nossa equipe ficou na companhia fazendo esta matéria, a sala de operações recebeu três ligações desse tipo, que prejudicam o trabalho desses bravos guerreiros. Duas dessas ligações, eram de pessoas perguntando se era do Corpo de Bombeiros.

policia sala de operaçõesAlém de prejudicar o serviço prestado pela polícia, você vai estar prejudicando quem realmente está precisando. Enquanto você congestiona a linha da sala de operações passando trote, uma pessoa que estiver realmente precisando da ajuda dos PMs, não consegue falar com a companhia.

Enquanto uma viatura é deslocada para um falso chamado, uma verdadeira ocorrência acaba sendo prejudicada. Pais, orientem seus filhos a não passar trotes. A educação começa em casa, principalmente com exemplos. Pais de menores que comunicarem falsa ocorrência também podem responder criminalmente.

Carro da Polícia Militar foto Vinnicius Cremonez 1Ou invés de passar trote para o 190, ajude a polícia a combater o tráfico de drogas e a criminalidade passando informações. A polícia não quer saber quem você é, e sim o que você tem a dizer. O anonimato é garantido.

Segundo o Art. 266 do Código Penal, “Interromper ou perturbar o serviço telefônico” é crime e o infrator poderá incorrer em pena de detenção de um a seis meses ou multa; e o presente artigo se enquadra em qualquer caso e vítima. 

Já o Art. 340 diz: “Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado”, é crime. O infrator pode pegar uma pena de detenção de um a seis meses, ou multa pela acusação falsa.

policia militar viatura

Mais do SFn