quinta-feira , 22 outubro 2020

Treinador se demite e presidente pede renúncia no Goytacaz

ASDFGHJKUI
Fotos: Thiago Macedo – Ururau / O Diário

Já foram três rodadas, e o Goytacaz ainda não sabe o que é vencer na Série B do Campeonato Carioca de Futebol. Pior: O último tropeço custou caro. Depois de só empatar em casa com o Olaria, no último sábado (24), o treinador André Pimpolho pediu demissão. Ele já havia avisado que sairia, caso não vencesse o Olaria, e cumpriu com sua palavra, dando adeus ao Goyta três meses após ter chegado, sem conseguir sequer vencer um jogo.

Ao deixar o clube, Pimpolho revelou uma série de problemas, como atraso de salários, estrutura precária, dificuldade financeira, comportamento extremamente ansioso da torcida, entre outros. A ansiedade da torcida tem explicação: O Goytacaz está há 23 anos fora da elite do Campeonato Carioca. No confronto contra o Olaria, os torcedores ecoaram gritos de “time de vergonha”. Na parte financeira, a maior parte do elenco teve o salário reduzido pela metade, em vista do ano passado.

Pra piorar a situação, no dia seguinte foi a fez do presidente fazer suas malas. Em meio ao caos, Márcio Rocha anunciou na segunda-feira (23) que não será mais mandatário do Goyta. O pedido de renúncia já estava protocolado desde o dia 16 de março, e os resultados ruins só evidenciaram sua saída. Márcio Rocha confirmou os atrasos nos salários, e afirmou que, apesar de alguns recursos chegarem, é muito pouco para cumprir a folha de pagamento completa, e principalmente em dia. Os salários de janeiro, foram pagos em março.

O Conselho Deliberativo do Goytacaz já convocou uma reunião para a próxima sexta-feira (27), com o intuito de tratar a renúncia do presidente, que só poderá ser oficializada após esta reunião. Márcio Rocha era presidente desde novembro de 2014, entrando no lugar de Robson Barreto, presidente anterior, que também abandonou o cargo. Em crise, sem técnico e sem presidente, o time da Rua do Gás entra em campo amanhã (25), às 15h, para enfrentar o Grêmio Mangaratibense, pela quarta rodada da Série B. A partida acontecerá no Estádio Marrentão, em Xerém. Na ocasião, o alvianil será comandado por Mauro Rodrigues, treinador interino. Em caso de vitória, ele poderá ser efetivado no cargo.

Mais do SFn