Transposição: Rio Paraíba do Sul passa a abastecer São Paulo

Primeira parte da obra foi inaugurado neste sábado (3)

Foi inaugurado neste sábado (3), com quase um ano de atraso, o sistema orçado em R$ 555 milhões que visa reforçar o abastecimento de água para a grande São Paulo. Com o lançamento da obra, as águas do Rio Paraíba do Sul passam a abastecer o sistema Cantareira, que abastece a capital.

A obra completa de interligação prevê que a água possa fazer o caminho inverso em caso de necessidade, ou seja, abastecer a região do Vale do Paraíba. Contudo, o sistema entregue neste sábado contempla apenas o envio de água para a capital. A promessa do Governo do Estado é que em uma segunda etapa, as obras tragam segurança hídrica também para a região do Paraíba. Essa fase deve ser entregue até 31 de março.

Neste início, a água começa a ser enviada de forma monitorada da represa do Jaguari, em Igaratá, para a Atibainha, em Nazaré Paulista – a ligação entre as duas é feita por 20 quilômetros de tubulação. A capacidade é de transferir até 5,1 mil litros de água por segundo para o Cantareira. Em um ano, o volume seria o equivalente a uma represa Guarapiranga.

De acordo com a Sabesp, o nível do sistema Cantareira é de 53%. No auge da crise hídrica, em 2015, o nível chegou a ficar abaixo de 5%. No Vale do Paraíba, a represa do Jaguari o nível é de 60%, de acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA). Na crise, o número chegou a 7,8%.

Fone: G1

VEJA MAIS

VEJA MAIS