Trabalhadores fazem protesto após fim de contrato entre prefeitura de São Fidélis e Performa

Empresa que era responsável pelo recolhimento do lixo na cidade demitiu cerca de 30 pessoas
Fotos: enviadas por leitores

Funcionários da empresa Performa Ambiental, que desde 2013 era responsável pela coleta de lixo e entulho em São Fidélis, realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (18/10) na porta da Prefeitura. Segundo eles, a prefeitura não quis renovar o contrato com a empresa e nem avisou que não renovaria em tempo hábil.

Em nota enviada ao SF Notícias, a Prefeitura de São Fidélis apenas informou que o contrato encerrou e que assumiu a responsabilidade da coleta. Com a não renovação, a empresa demitiu os seus 30 funcionários que atuavam no município.

“Dependemos apenas desse trabalho. O que vamos fazer agora? Como vamos sustentar nossas famílias”, disse um dos funcionários que preferiu não se identificar.

Em conversar com a nossa redação, o gerente comercial da empresa, Saulo Brasil, informou que o contrato com a prefeitura sofreu uma diminuição drástica no início do ano e foi renovado até julho. Em julho, após muitas conversas, a prefeitura renovou por apenas mais três meses, terminando em contrato no último dia 12.

Ainda de acordo com Saulo, há mais de um mês a empresa vem procurando a prefeitura para para que a mesma se manifeste acerca da renovação contratual, pois pela lei, o contrato pode ser prorrogado sucessivamente até o limite de 60 meses, ou seja, até julho de 2018. Saulo disse ainda que não foi atendido nas vezes que procurou a administração municipal para renovar o contrato e que não teve nem tempo de dar aviso prévio aos funcionários.

“A prefeitura não tem estrutura para fazer a coleta. Os funcionários precisam estar uniformizados, precisa ter caminhões e equipamentos apropriados, e não fazer como estar sendo feito. Um dia após o fim do contrato fomos surpreendidos como a prefeitura fazendo a coleta”, disse Saulo.

Em um vídeo postado ontem na página da Prefeitura de São Fidélis, os secretários de obras e serviços públicos não informaram o motivo pela não renovação do contrato. Eles apernas informaram à população que a prefeitura estava assumindo a coleta.

VEJA MAIS

VEJA MAIS