Tecnologia da Informação brasileira atrai atenção do investimento mundial

Com um papel crescente de tecnologia e inovação, o investimento brasileiro assume novas dimensões, conquistando não apenas diferentes mercados, mas também novos investidores

Fonte: Unsplash

Com um papel crescente de tecnologia e inovação, o investimento brasileiro assume novas dimensões, conquistando não apenas diferentes mercados, mas também novos investidores. Entre os focos deste segmento destaca-se o da Tecnologia da Informação (TI) que, apenas neste ano, verifica uma evolução de cerca de 14%, apresentando a possibilidade de alavancagem tanto no país como no resto da América Latina.

Estes dados foram divulgados por uma das mais recentes pesquisas da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), uma entidade focada em TI fundada em 1986, cujo objetivo passa pela democratização do acesso a este tipo de tecnologia.

A evolução do segmento no panorama nacional

A Abes desenvolveu um estudo, em contexto nacional, sobre o setor de Tecnologia da Informação e software para o ano de 2022. Entre as suas principais conclusões destaca-se o futuro da TI, esperando-se um progresso de 14,3% nesta área.

Por outro lado, também se constatou a força deste mercado para o investimento global. Se no ano passado o quadro mundial aplicava 1,65% do seu dinheiro em TI brasileira, neste ano o cenário é ainda mais positivo, esperando-se um investimento entre 2,5% e 3%.

O interesse no Brasil não surge ao acaso, já que este mercado tem revelado uma evolução superior à média global. Em oposição à expansão internacional de 11% em 2021, este setor cresceu mais de 17% no Brasil. Desta forma, no ano passado foi alcançado o marco de US$46 bilhões.

Além disso, o país se posiciona em um patamar de referência, ocupando o 10º lugar no ranking de países com investimento em TI em 2021.

Já quando a perspetiva se volta para a América Latina, o Brasil ocupou a liderança do investimento em 2021, o que representa 40% do valor aplicado.

Um mercado com um futuro inovador

Fonte: Unsplash

Verificando-se assim uma vocação mais tecnológica, o setor do investimento tem demonstrado uma mudança de rumo nos últimos anos. Isto quer dizer que, apesar de a poupança ainda ser um dos métodos de escolha dos brasileiros, são cada vez mais diversos os recursos online para a população aplicar o seu dinheiro.

Entre eles distinguem-se as criptomoedas, cuja atratividade é maior no Brasil do que em outros países. Segundo informações de pesquisa desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas, 14,5% dos investidores nacionais revelaram aderir a estes ativos.

O investimento em entretenimento também tem sido um dos focos dos brasileiros, com diversas opções digitais que chamam a atenção pelos seus múltiplos benefícios – além do grande potencial deste setor. De acordo com a PwC, este mercado deverá representar US$38 bilhões até 2025 no país.

Entre essas alternativas de investimento encontram-se as apostas em esportes, que conquistam pela forte cultura esportiva do país, desde o futebol até o basquete. Para este fim, existem plataformas que comparam os melhores sites de apostas esportivas, trazendo diversas opções para cada tipo de preferência em aplicação monetária.

Ainda no campo do entretenimento, os cassinos também se tornaram uma das formas de investimento de escolha entre os brasileiros. Com a transição destes espaços físicos para o universo digital, esta passa a ser uma oportunidade de unir o investimento a vários tipos de jogos. Em diferentes plataformas online, os jogadores podem escolher desde o poker até a roleta.

Dessa maneira, as formas mais tradicionais de investimento continuam presentes entre os brasileiros, porém têm surgido novas oportunidades alinhadas aos diferentes interesses dos investidores. Além disso, vale ressaltar que a possibilidade de investir totalmente online veio suprir uma necessidade há muito procurada neste mercado.

VEJA MAIS

VEJA MAIS