Sindicato e moradores fazem ato contra concessão da Cedae em São Fidélis

Na última semana o Governo do Estado realizou duas audiências públicas sobre a concessão; 20 municípios já estão incluídos no novo leilão

O Sindicato dos Trabalhadores em Saneamento de Campos e Região Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro (Staecnon), funcionários da Cedae e moradores de São Fidélis fizeram uma manifestação contra a concessão dos serviços de água, que hoje é prestado pela Cedae, e esgoto, que será prestado pela empresa que vencer o leilão que será promovido pelo Governo do Estado. Alguns políticos também participaram do ato.

Um funcionário da Cedae e o presidente do Staecnon, Hélio Anomal, discursaram no ato realizado em um dos coretos da Praça Guilherme Tito de Azevedo, assim como o ex-prefeito Davi Loureiro e candidato a prefeito nas últimas eleições e médico Sebastião Neto. Na sequência o grupo caminhou até a sede da Prefeitura de São Fidélis. Na semana passada, nos dias 13 e 15, o Governo do Estado realizou duas audiências públicas sobre a concessão, que foram transmitidas através do canal do YouTube do Estado. No ato desta sexta os participantes pediram que fosse realizada uma audiência na cidade, para que a população pudesse de fato participar.

No dia 06 de novembro o Governo do Estado irá lançar o edital da nova concessão de saneamento, para leiloar o bloco 3 da Cedae, único bloco que não recebeu ofertas no primeiro leilão realizado em abril. O novo leilão do bloco 3 está marcado para acontecer no dia 29 de dezembro. Para o novo leilão, já são 20 municípios confirmados até agora: Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Carapebus, Carmo, Itaguaí, Itaperuna, Macuco, Natividade, Paracambi, Pinheiral, Piraí, Rio Claro, Rio das Ostras, Rio de Janeiro (Zona Oeste/AP-5), São Fidélis, São José de Ubá, Seropédica, Sumidouro, Trajano de Moraes e Vassouras.

VEJA MAIS

VEJA MAIS