Secretário de Saúde de Itaocara é conduzido à delegacia por descarte de esgoto hospitalar no Rio Paraíba

Em uma rede social o deputado Felipe Poubel disse que deu voz de prisão ao secretário de saúde. Na delegacia o secretário foi ouvido e um inquérito instaurado. Segundo informações, o descarte no rio ocorre há algum tempo, antes mesmo da gestão do atual secretário

O secretário municipal de saúde de Itaocara, Genaldo Neto, foi encaminhado à delegacia do município durante uma ação de fiscalização do deputado estadual Felipe Poubel. Em uma transmissão ao vivo, o deputado relata que deu voz de prisão ao secretário após ter flagrado descarte de esgoto hospitalar in-natura no Rio Paraíba do Sul. Segundo o deputado, o esgoto da lavanderia é descartado sem tratamento no rio.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Junto ao deputado estava o vereador de Itaocara Maycon Omecias. Segundo eles, desde agosto de 2021 a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores vem alertando a prefeitura sobre a situação da lavanderia do Hospital Municipal, mas nenhuma providência foi tomada.

“O vereador já esteve aqui várias vezes, gravou, nos acionou e nós estamos aqui. E hoje eu convidei o secretário, e no momento que flagramos esse crime ambiental, demos voz de prisão a ele”, disse o deputado, que acionou a Polícia Militar que encaminhou o secretário para a delegacia. A 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano também foi acionada.

Nossa redação tentou contato com o setor de comunicação da Prefeitura de Itaocara, mas não obtivemos sucesso. De acordo com fontes ouvidas pelo SF Notícias, já há inquéritos tramitando no Ministério Público Estadual e Federal quanto ao descarte de esgoto no Rio Paraíba do Sul no município. No ano passado o município concluiu o plano municipal de saneamento básico.

Ao SF Notícias, o delegado titular da 135ª Delegacia de Polícia de Itaocara, Dr. Carlos Augusto Guimarães, informou que não se tratou de uma prisão em flagrante, e que o secretário prestou depoimento e foi instaurado um inquérito policial para investigação de crime ambiental, mas o fato já se arrasta há algum tempo, antes mesmo da gestão do atual secretário. Ainda de acordo com o delegado, foi requisitada perícia para o local.

https://www.instagram.com/reel/CfpJZAsAihl/?utm_source=ig_web_copy_link

VEJA MAIS

VEJA MAIS