Rio Muriaé ultrapassa cota de inundação em Laje do Muriaé e Itaperuna, mas já começa a baixar em Laje

Ao SF Notícias, o coronel Joelson de Oliveira, coordenador regional de Defesa Civil do Norte e Noroeste Fluminense, disse que a previsão é de que o nível do rio comece a baixar na parte da tarde em Itaperuna

Imagens: Rádio Itaperuna / redes sociais

Assim como previa o Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), o Rio Muriaé atingiu ontem a conta de inundação em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. Por lá, a cota de inundação é de 4 metros, e na manhã desta terça-feira (05/01), o nível do rio estava em 4.55, segundo o coronel Joelson de Oliveira, coordenador regional de Defesa Civil do Norte e Noroeste Fluminense. A água começou a invadir as ruas mais baixas ainda nesta segunda, mas durante a madrugada o nível foi subindo e as ruas ficaram inundadas.

continua após a imagem

A Avenida Francisco São Tinoco, no Centro, a chamada beira-rio, é a via mais atingida. Ao SF Notícias, o coronel Joelson informou que o rio apresenta uma instabilidade no momento, e que o mesmo deve começar a baixar lentamente na parte da tarde. Em Muriaé, Minas Gerais, o nível do rio segue baixando e muitas ruas amanheceram sem água.

continua após o vídeo

Outro município em que o rio já está baixando é Laje do Muriaé (vídeo acima), no Noroeste Fluminense. Por lá, segundo o sistema de alerta de cheias do Inea, o nível do rio atingiu 5.51 às 7h15 da manhã desta terça, sendo que a cota de inundação é de 5.15 m. Mas, o nível do rio já começou a baixar e na última medição, às 10h, marcava 5.46. Embora o nível do rio esteja baixando, o trecho urbano da RJ-116 em Laje do Muriaé permanece interditado.

VEJA MAIS

VEJA MAIS