quarta-feira , 21 outubro 2020

Rio disponibilizará vacina contra a catapora a partir de outubro

A vacina contra a catapora (varicela) começa a ser oferecida a partir de 01 de outubro em todas as clínicas da Família e nos centros municipais de Saúde do município do Rio. A vacina foi incluída na tríplice viral, que protege a criança do sarampo, da caxumba e da rubéola. O alvo da vacinação, segundo a Secretaria de Saúde, são crianças com 15 meses de idade e que já tenham tomado a primeira aplicação da tríplice viral. Cerca de 17 mil doses estarão disponíveis nos locais de vacinação nos meses de outubro e novembro.

A Superintendente de Vigilância em Saúde, Cristina Lemos, explicou que “a catapora é uma doença aguda e altamente contagiosa, caracterizada pelo surgimento de lesões cutâneas que são chamadas de vesículas, podendo ser acompanhada de febre moderada e outros sintomas sistêmicos leves. As principais complicações são infecções secundárias na pele, podendo levar à hospitalização e, mais raramente, sequelas neurológicas”.

fotao_-_vacina_-_campinas[1]

Ainda de acordo com Cristina Lemos, “foram registrados no Brasil, entre os anos de 2008 a 2012, 45.495 internações por varicela, com uma média anual de 9.099 casos. O maior número de hospitalizações concentra-se na faixa etária de um a quatro anos. O menor número aparece nas crianças até um ano e entre as crianças de cinco a nove anos”, disse.

A Secretaria Municipal de Saúde não informou o número de casos de catapora e de mortes registrados no Rio entre os anos de 2008 e 2012. A vacina, que raramente causa reação alérgica, agora faz parte do calendário básico de vacinação infantil e tem 97% de eficácia. A secretaria estima uma aplicação de mais de 7 mil doses da tetra viral por mês, no município do Rio de Janeiro. Além disso, com a inclusão da vacina contra a catapora, o órgão calcula uma redução de 80% nas hospitalizações pela doença.

Fonte/Imprensa RJ

Fotos/ Reprodução da Internet

Mais do SFn