Rayane segue desaparecida; polícia e irmão fazem buscas por fidelense vítima de sequestro

O irmão de Rayane entrou em uma área de mata onde ela teria sido amarrada e vasculhou a área, mas não encontrou a irmã e nem vestígios

Permanece desaparecida a fidelense Rayane Silveira dos Santos, de 32 anos, que foi vítima de sequestro na última sexta-feira de Natal, dia 25. Ela estava com a patroa, a idosa Antônia Maria Pontes Nogueira, de 77 anos, quando foram abordadas por criminosos armados. As duas foram feitas reféns e agredidas. A idosa foi encontrada ferida na manhã do dia seguinte, mas Rayane permanece desaparecida. O SF Notícias conversou o irmão de Rayane, Emerson Santos. Segundo ele, as duas foram abordadas na manhã do dia 25 na estrada de Carapebus, onde há um pequeno desvio, onde só passa um carro por vez. Os criminosos pararam o carro que usavam na frente do veículo em que estavam as vítimas, um Palio Weekend de cor prata e placa “KPE9675”. Nesse momento, a idosa foi levada juntamente com os bandidos dentro do carro e Rayane foi colocada no porta-malas.

continua após a imagem

De acordo com Emerson, em seguida os criminosos seguiram em direção a uma área de mata, conhecida como Maitaca. Lá eles teriam amarrado Rayane e saíram com a idosa, que foi encontrada ferida na manhã do dia 26 em Macabuzinho, distrito de Conceição de Macabu. Ela foi encontrada por trabalhadores rurais que prestaram ajuda. Familiares levaram a idosa para um hospital. A informação que Emerson possui é que, após abandonarem a idosa, os bandidos teriam retornado para buscar a irmã que havia ficado amarrada. Emerson foi até o local apontado pelas informações e vasculhou a área, mas não encontrou a irmã e nem vestígios.

Além do carro e de Rayane, os bandidos também levaram dinheiro, joias e outros pertences da idosa, além de mexerem na conta bancária da mesma. Rayane é natural de São Fidélis e está morando há cerca de 15 anos em Macaé, onde trabalha na casa da idosa. As duas seguiam para Quissamã quando foram abordadas. Ao SF Notícias, o advogado da família da idosa, Dr. Leandro Neves, informou que no dia do sequestro Rayane enviou um áudio por um aplicativo de mensagens dizendo que estava no porta-malas do veículo. A Polícia Militar também faz buscas em estradas vicinais. “Informações iniciais dão conta que a vítima teria sido levada para o município vizinho de Quissamã ou Conceição de Macabu, mas não descarto estar também em Macaé. Se você tiver qualquer informação que possa levar a localização de Rayane Santos, entre em contato, ainda que anonimamente, com a 123ª Delegacia de Polícia Civil de Macaé, através do telefone, (22) 2791-4019”, diz a publicação feita pelo advogado.

VEJA MAIS

VEJA MAIS