quinta-feira , 29 outubro 2020

Quem não sonhou em ser um jogador de futebol?

sadgdfhgfjkhl

O sonho de muitas crianças do nosso Brasil, o país do futebol, e ser jogador de futebol e pisar nos principais gramados mais famosos do mundo e atuar ao lado dos melhores jogadores do mundo. Um sonho que vira até febre em diversas regiões do país onde crianças, adolescentes e jovens aderem o visual de seu fã.

O primeiro passo para conseguir conquistar esse tão desejado sonho, e entrar em uma escolinha de futebol. Em São Fidélis essa situação não é diferente, e o primeiro passo está sendo dado, uma oportunidade par as crianças.

Com o objetivo de Influenciar na formação das crianças e dos adolescentes, de maneira positiva buscando a inclusão social através de iniciativas e ações técnicas, utilizar o esporte como mecanismo maior para o desenvolvimento psico-físico-social da criança em questão, de maneira saudável, zcxdvfxcbfborientado com acompanhamento técnico, promover a aprendizagem em grupo e proporcionar oportunidades à participação em eventos esportivos como, torneios e campeonato. Incentivar o futebol como atividade alternativa às drogas e tempos ociosos, estimulando á vida saudável, além de combater a evasão escolar, o desenvolver a prática regular de atividades físicas, gerando mais saúde, e equilíbrio psicológico, físico e motor e quem sabe descobrir novos talentos, possibilitando um ponto de partida para uma possível ascensão social, foi criada a escolinha de futebol “Meninos da Vila”.

Em entrevista a nossa equipe, o responsável pela escolinha Neto Oliveira, disse que o projeto “Meninos da Vila” wrfrtrhdityinasceu em seu coração há muitos anos atrás, porém não tinha um local ideal para poder colocar em prática os meus planos, mas hoje ele pode realizar esse seu desejo, com o apoio do Clube da Cedae.

“Eu tenho certeza que a nossa cidade tem muitos talentos no futebol, o que falta hoje, é ter pessoas para dar oportunidade a essas crianças, um empresário que possa apoiar esse atleta, que possa investir nele, que o leve para fazer um teste em algum clube. O que mais dificulta é que somos do interior então, é muito mais difícil para nós, do que para aqueles que estão nas grandes cidades. Ser um craque de futebol não é querer realizar coisas impossíveis… Mais sim, realizar sonhos que muitos garotos almejam, e que apenas os mais perseverantes conseguem…” disse Neto.

adsdgfdhfgjgfkAo ser preguntado se também sonhou em ser jogador de futebol, neto disse que sonhou muito. “Desde infância eu sonhava em ser um jogador de futebol, corri muito atrás, pois sabia que quem quer alcançar um objetivo tem que buscá-lo. Mas infelizmente todas as vezes que me prometeram me levar para algum clube, não se concretizavam. “Eu sonhava em ser um jogador de futebol porque tinha a esperança de ganhar muito dinheiro, ter fama, carros luxuosos, e etc. Quem não sonhou, em ser um jogador de futebol!!” concluiu Neto.

xvs abjnk vjdbdbCrianças entre 06 e 13 anos, que contemplará as seguintes categorias; Categoria: Sub-09 (Fraldinha) Idade: 06 a 09. Categoria: Sub-11 (Pré-Mirim) Idade: 10 e 11. Categoria: Sub-13 (Mirim) Idade: 12 e 13 podem participar do projeto que funciona no campo da Cedae no bairro Vila dos Coroados em São Fidélis.

“As pessoas vão me reconhecer na rua… e todo mundo vai me tratar como um rei. […] Eu vou ficar rico e vou realizar todos os meus desejos. Resumindo: estou prestes a começar uma carreira de muito sucesso. A minha intimidade com a bola é extraordinária… minha técnica, inigualável. […] e a minha grande compreensão tática… fazem de mim o capitão perfeito para um time de futebol”, imagina o garoto. Por falar em se imaginar num estádio lotado, é como diz a música “É uma Partida de Futebol”, do Skank: “Quem não sonhou em ser um jogador de futebol?” trecho do livro “Eu Vou Ser um Jogador de Futebol”, de Philip Waechter.

Em nosso país e principalmente em nosso estado com muitos comunidades, é comum ver crianças brincando com bolas resgadas e em ruas, até mesmo em ruas de terra, o que mostra que mesmo com as dificuldades as crianças continuam sonhando e correndo atrás, mas infelizmente muitos não conseguem uma oportunidade.

xsacdsvbfdbfhgf

 

Mais do SFn