Prepare o bolso! Cerveja vai ficar mais cara a partir desta sexta (1º)

Reajuste foi anunciado pela Ambev. Segundo a Abrasel, o aumento deve vir alinhado com a inflação acumulada nos último 12 meses, em torno de 10%

Foto: Freepik

A cervejaria Ambev, dona de marcas como Skol, Brahma, Antarctica, Bohemia e Stella Artois, vai aumentar o preço das cervejas. Segundo apurou a Folha de São Paulo com donos de restaurantes, a partir desta sexta-feira (1º), haverá aumento de 5% a 6% em chope e cervejas, incluindo embalagens descartáveis. Outros comunicados aos quais a reportagem da Folha teve acesso falam de repasses desde esta segunda (27) ou a partir de sábado (2). A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) confirmou o aumento de preços e afirma que o reajuste deve vir alinhado com a inflação acumulada nos último 12 meses, em torno de 10%.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

No comunicado enviado a clientes e distribuidores, ao qual a Folha de São Paulo teve acesso, a cervejaria – que concentra 60% de participação de mercado no país – afirma que o reajuste vai seguir, “em linhas gerais, a variação da inflação, variação de custos, câmbio e carga tributária”. Segundo o comunicado, “os reajustes podem variar entre regiões, marcas, embalagens e segmentos”. “Reforçamos o nosso compromisso com a competitividade das nossas marcas no mercado, visando sempre a boa performance do volume de vendas da indústria”, diz a Ambev.

Questionada pela Folha, a Ambev afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que se trata de um aumento natural, que ocorre todo ano. A empresa afirma que houve reajuste no ano passado, mesmo em meio ao período mais crítico da pandemia, com parte dos bares e restaurantes fechados. Mas, neste caso, o aumento não atingiu as embalagens retornáveis, diz a cervejaria. Agora, o aumento é generalizado, para diversas embalagens e marcas. A Ambev não informou, porém, qual a faixa de reajustes. Disse apenas que os reajustes vêm ocorrendo “nas últimas semanas”.

Fonte: Folha de São Paulo/ Abrasel

VEJA MAIS

VEJA MAIS