Prefeito de Aperibé faz alerta sobre aumento de casos de Covid-19; cirurgias eletivas são suspensas

Segundo a prefeitura, as equipes de saúde estão se esforçando ao máximo para informar e conscientizar os cidadãos quanto aos cuidados necessários
Fotos: Reprodução

Na última semana vídeos compartilhados por um profissional de saúde acenderam um alerta aos moradores de Aperibé, no Noroeste Fluminense. Os vídeos mostravam três pacientes, que segundo o profissional estariam com grande comprometimento dos pulmões, devido à Covid-19. Na sexta (05) o prefeito de Aperibé, Ronald Moreira, considerando a situação de alerta para contaminação da Covid-19 na cidade e o aumento do número de casos, pediu à população que tome todos os cuidados necessários. “Estamos suspendendo todas as cirurgias eletivas por causa de leitos, lógico, se tiver uma cirurgia de emergência iremos fazer. Mas, a nossa preocupação é muito grande, o aumento de casos é muito grande. Estamos sem leitos em Bom Jesus, Itaperuna, Friburgo, está difícil para fazermos transferência” – disse o prefeito em vídeo publicado na página da Prefeitura.

continua após o vídeo

O prefeito solicitou que a população use máscaras, álcool e faça o distanciamento social. “A Prefeitura de Aperibé tomará todas as medidas que couberem para garantir a segurança e a saúde da população de nossa cidade. Buscaremos também o esforço conjunto de nossas cidades vizinhas, para que possamos buscar soluções para que nossa região consiga se livrar desse problema” – diz uma publicação da Prefeitura. A publicação destaca ainda que as equipes de saúde estão se esforçando ao máximo para informar e conscientizar os cidadãos quanto aos cuidados necessários e realizar a vacinação de população. “Nossas demais secretarias, no que lhes cabe, estão trabalhando para seguir e fazer cumprir nossas medidas para conter a expansão do Coronavírus” – informou a administração municipal. De acordo com o último boletim epidemiológico publicado pela Prefeitura, desde o início da pandemia 789 casos foram confirmados no município, sendo que 722 já se recuperaram e 13 pessoas morreram. Até sábado havia 54 casos ativos, e dez pessoas internadas em unidade hospitalares de outras cidades.

VEJA MAIS

VEJA MAIS