Porciúncula vai adotar lockdown na próxima semana; comércio essencial atenderá apenas por delivery

Em pronunciamento nas redes sociais, prefeito anunciou decreto que prevê fechamento de comércio, templos religiosos, academias, paralisação de ambulantes, bancos e lotérica
Foto ilustrativa

O município de Porciúncula, um dos primeiros a dar início à testagem rápida para Covid-19, que vem adotando ações intensivas de combate ao coronavírus desde o início da pandemia, dá um passo atrás na flexibilização anteriormente decretada e voltará a fechar estabelecimentos comerciais a partir da próxima segunda-feira (20). Em pronunciamento através de seu perfil em uma rede social, o prefeito Leo Coutinho, anunciou um novo decreto com validade de uma semana, instaurando ‘lockdown total’, com fechamento de comércio, templos religiosos, academias, paralisação de ambulantes, bancos e lotérica. Segundo o decreto, os serviços essenciais como mercados, farmácias, lanchonetes e restaurantes só poderão atender via delivery, devendo permanecer fechados também por uma semana. “Sabemos dos transtornos e problemas que causam a toda a população, mas agora vemos a necessidade do fechamento radical de todos os setores” – disse o prefeito. O Prefeito comunicou que o charque continua funcionando por força judicial. “Fizemos uma reunião sobre medidas de segurança e estaremos monitorando o cumprimento”. (continua após a publicidade)

Entre as ações adotadas pela Prefeitura para evitar o contágio e ainda manter a economia do município ativa, estão a desinfecção de bairros e instituições, estratégias de inteligência e profissionais capacitados, criação de um Centro de Covid-19, confecção e distribuição de máscaras, informações domiciliares e lenta flexibilização do comércio e serviços, entretanto, segundo a prefeito tais ações não foram suficientes para conter a propagação dos casos, que têm aumentado. No período de lockdown, as equipes administrativas farão controle e análise da possibilidade de retorno gradativo à normalidade ou manutenção das medidas. O município contabiliza 222 casos confirmados, sendo um óbito e 121 pessoas recuperadas, segundo boletim publicado nesta quarta (15).

VEJA MAIS

VEJA MAIS