Foto: user Astrofarmer1

Pontos luminosos no céu chamam atenção de moradores de cidades do RJ Trata-se da passagem dos satélites Starlink, da SpaceX. No Brasil, um novo “trem de satélites” deve cruzar os céus nesta segunda-feira (11)

Trata-se da passagem dos satélites Starlink, da SpaceX. No Brasil, um novo “trem de satélites” deve cruzar os céus nesta segunda-feira (11)

Foto: Charlene Wood

Moradores de algumas cidades do estado do Rio de Janeiro relataram, nas redes sociais, terem visto luzes misteriosas em movimento no céu, neste domingo (10/05). Em muitos dos relatos, moradores disseram que era uma espécie de “rastro” de pontos de luz no céu. De acordo com o Tecmundo, trata-se da passagem dos satélites Starlink, da SpaceX. O fenômeno já havia sido presenciado no Brasil durante o mês de abril, e segundo o site, vai se repetir mais algumas vezes. Segundo o Ciencianautas, o projeto Starlink, da SpaceX planeja enviar milhares de pequenos satélites para a órbita terrestre, visando conectar o planeta com uma rede global de internet via satélite. A empresa já colocou mais de 350 equipamentos em órbita, onde a cada novo lançamento, é constante a possibilidade de visualizar o trem de luzes cruzando o céu noturno terrestre. Esses satélites ficam orbitando a Terra em fila indiana. A cobertura metálica dos satélites é altamente reflexiva e quando passam a uma altitude de até 495 quilômetros, eles podem refletir a luz solar e brilhar intensamente e ao mesmo tempo.

Ainda de acordo com o Tecmundo, a SpaceX libera lotes de 60 satélites e, enquanto eles fazem o seu caminho lentamente em direção à órbita, ficam visíveis a olho nu como uma linha de luzes brilhantes em movimento no céu noturno. No Brasil, um novo “trem de satélites” deve cruzar os céus nesta segunda-feira (11). Quem quiser acompanhar a trajetória dos satélites da SpaceX pode usar o app Find Starlink, que também possui uma versão web. A ferramenta funciona de uma maneira muito simples: você coloca sua localização e ele diz exatamente quando haverá uma passagem de um satélite Starlink. Você também pode acessar o site Satflare para saber a localização dos satélites.

Mais do SFn