Polícia encontra área de vegetação destruída por incêndio e barragem sendo construída em área de proteção em Pádua

Crimes ambientais foram identificados por agentes da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano após o Programa Linha Verde ter recebido denúncias

Policiais ambientais encontraram uma área de pelo menos 80 mil metros quadrados degradada em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. De acordo com o Disque Denúncia, policiais da 3ª Unidade de Policiamento Ambiental foram até a Estrada de Santa Cruz para verificar denúncia sobre queimada em uma área de vegetação com características de nativa em estágio inicial, médio e avançado de regeneração natural.

No local os policiais encontraram um homem que se identificou como proprietário do terreno e o mesmo informou aos policiais que, 15 dias atrás, teria ocorrido um incêndio na propriedade vizinha, e o fogo acabou tomando uma proporção muito grande. Como a denúncia apontava o proprietário do terreno como responsável, os policiais o questionaram a respeito de licenças ambientais, mas o mesmo não possuía nenhuma documentação que o autorizasse a realizar qualquer atividade na propriedade. O caso foi registrado na 136ª DP de Pádua. Vale reforçar que somente neste ano de 2021, o programa Linha Verde já recebeu pelo menos 231 denúncias envolvendo queimadas em todo o Estado.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

Ainda em Santo Antônio de Pádua, os policiais encontraram uma construção irregular de uma barragem com cerca de 10 metros de comprimento em uma Área de Preservação Permanente (APP) pelo fato de ter uma nascente, a menos de 30 metros da intervenção. O local fica na localidade conhecida como Serra do Bonfim. Nesse mesmo local os policiais encontraram uma área com mais 50 mil metros quadrados degradada. Segundo a equipe da 3ª UPAm, foi possível verificar a existência de uma grande área de vegetação com características de nativa, em estágio inicial, médio e avançado de regeneração natural, totalmente queimada. Diligências foram realizadas no entorno a fim de localizar o suspeito mencionado na denúncia, mas sem sucesso. A ocorrência foi registrada na 136ª DP.

Moradores da região podem ajudar no combate aos crimes ambientais. Basta fazer denúncias para o Programa Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente, através dos telefones 0300 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177, além do APP “Disque Denúncia RJ” disponível para celulares. Por essa modalidade, o denunciante pode enviar fotos e vídeos, com a garantia do anonimato. É possível denunciar também através da página do Linha Verde no Facebook, www.facebook.com/linhaverdedd ou ainda pelo site do Disque Denúncia (www.disquedenuncia.org.br). Lembrando que em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

VEJA MAIS

VEJA MAIS