quarta-feira , 23 setembro 2020

Polícia Civil deflagra Operação Lockdown e cumpre mandados de prisão em Pádua Segundo a Polícia Civil, entre os presos está um homem que era foragido da Justiça há cerca de 10 anos. Mandados foram cumpridos em Santo Antônio de Pádua e no município mineiro de Pirapetinga

Segundo a Polícia Civil, entre os presos está um homem que era foragido da Justiça há cerca de 10 anos. Mandados foram cumpridos em Santo Antônio de Pádua e no município mineiro de Pirapetinga

Imagens: Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro deflagrou nesta quinta-feira (16/07) a Operação Lockdown para cumprir mandados de prisão em todo o estado. Em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, policiais da 136ª Delegacia Legal, coordenados pelo Delegado Titular Ivailson Moreira Sardinha, cumpriram três mandados de prisão. Segundo informações da Polícia Civil, entre os presos está um homem que era considerado foragido da Justiça há cerca de 10 anos pelo crime de homicídio qualificado ocorrido em Governador Valadares/MG. O acusado, identificado como S.M.S. foi preso em Santa Luzia. Segundo a polícia, o crime ocorreu em 1996 e, desde então, ele estava em Pádua. Também foi preso um homem identificado como M.V.O, pelo crime de furto qualificado. Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele foi encontrado no município mineiro de Pirapetinga, com apoio da polícia de Minas Gerais, após diligências e cruzamento de informações. (continua após o vídeo)

Ainda durante a operação os policiais prenderam um homem identificado como S.S.J. que é acusado de desobediência, desacato, lesão corporal leve e lesão corporal grave. De acordo com a Polícia Civil, ele foi preso no bairro Gabry. Ainda nesta quinta, já fora da operação, os policiais também prenderam um homem identificado como R.M.F. acusado de homicídio qualificado e roubo. Ele foi preso no bairro Gerador. Segundo a polícia, ele teria tentado fugir pelo muro dos fundos da residência, mas acabou preso. A Polícia Civil de Santo Antônio de Pádua fez um pedido para que a população colabore e denuncie qualquer atividade criminosa contribuindo para tornar a cidade mais segura. Denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp da 136ª DP, através do número (22) 9.9926-2719. O anonimato é garantido.

Mais do SFn