quarta-feira , 21 outubro 2020
Segundo informações da polícia, o prejuízo chega a R$ 4 milhões à previdência

PF faz operação contra fraudes no INSS em Campos, Italva e São João da Barra

Policiais federais cumpriram 2 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 15 de busca de apreensão e 20 de condução coercitiva durante uma operação para combater fraudes à previdência no Norte Fluminense. Os mandados foram cumpridos em Campos, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu.

De acordo com a Polícia Federal, entre os investigados estão médicos peritos,  médicos particulares, técnicos do Seguro Social, agenciadores de benefícios e clientes da organização que teria fraudado 34 benefícios por incapacidade, entre auxílios-doença e aposentadoria por invalidez, gerando um prejuízo de pelo menos R$ 4.373.151,04 à previdência.

Ainda segundo a PF, a maioria dos beneficiários com o fraude teriam simulado miocardiopatia dilatada ao INSS com base em documentos falsos, por isso, a operação foi batizada de “Cardiopatas”.

Mais do SFn