Petrobras volta a reduzir preços da gasolina e do diesel nas refinarias

Preço final ao motorista dependerá, entretanto, do mercado, pois cada posto tem sua própria política de preços
Fotos: Reprodução

A Petrobras anunciou uma nova redução nos preços médios dos combustíveis nas refinarias, diante da continuidade da queda das cotações do petróleo devido à pandemia de coronavírus e desaceleração da economia global. A partir desta quarta (15) a gasolina ficará 8% mais barata e o diesel terá redução de 6%. No acumulado do ano, o preço da gasolina já caiu 48,2% e o do diesel (tipos S10 e S500) teve queda de 35,4%. O valor final ao motorista dependerá, entretanto, do mercado, pois cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio para a gasolina nos postos do país, entre 29 de março e 4 de abril, era de R$ 4,298. O valor do diesel, era de R$ 3,437. O do etanol, de R$ 3,039. (continua após a publicidade)

De acordo com a Petrobras, a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. “A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, explica a estatal.

Fonte: Agência Brasil

VEJA MAIS

VEJA MAIS