Paralisação de tanqueiros gera correria aos postos de combustíveis em cidades da Região Serrana do Rio

Motoristas de caminhões que transportam combustíveis iniciaram, ao longo desta quinta, um movimento em pelo menos seis estados do Brasil

Postos de combustíveis de cidades da Região Serrana do Rio registraram longas filas ao longo da noite desta quinta-feira (21/10). O motivo é a paralisação dos motoristas de caminhões que transportam combustíveis, os chamados tanqueiros. Em protesto pelo preço do diesel, do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e contra a política de preços da Petrobras, muitos caminhoneiros que fazem o transporte de combustíveis fizeram um movimento em pelo menos seis estados do Brasil ao longo desta quinta-feira (21/10), principalmente no estado de Minas Gerais, onde o movimento segue nesta sexta-feira (22), segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro). 

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

No Rio de Janeiro, motoristas chegaram a bloquear o acesso de outros caminhões a bases de abastecimento na região de Campos Elíseos, no município de Duque de Caxias. Com medo de um possível desabastecimento, muitos proprietários de veículos de cidades da Região Serrana do Rio correram para os postos de combustíveis e formaram longas filas em estabelecimentos, principalmente em Nova Friburgo e Teresópolis. As filas começaram a se formar após uma informação de que os postos ficariam sem combustíveis ter sido compartilhada nas redes sociais.

Até as empresas responsáveis pelo transporte público nessas duas cidades enviaram seus ônibus para os postos de combustíveis para evitar eventual desabastecimento de diesel. Para o portal Nova Friburgo em Foco, a Faol, que é responsável pelo transporte público em Nova Friburgo, informou que não recebeu combustíveis nesta quinta-feira devido ao movimento dos tanqueiros, e por isso, abasteceu alguns carros em postos da cidade. A empresa informou ainda que recebeu a informação de que o bloqueio foi encerrado e que nesta sexta irá receber combustível normalmente.

VEJA MAIS

VEJA MAIS