quinta-feira , 22 outubro 2020

Onda de calor no Brasil: Inmet alerta para risco de morte por hipertermia Alertas abrangem grande parte da Região Centro-Oeste, além de áreas do Sudeste; segundo o Inmet, nesses locais, a temperatura ficará 5°C acima da média

Alertas abrangem grande parte da Região Centro-Oeste, além de áreas do Sudeste; segundo o Inmet, nesses locais, a temperatura ficará 5°C acima da média

Foto: Reprodução

Uma intensa onda de calor ainda está ativa sobre o Brasil e mantém as temperaturas muito acima do normal em diversas regiões. Segundo a Climatempo, temperaturas de 40°C a 45°C ainda podem ser observadas nos estados do Centro-Oeste e de até 43°C no interior de São Paulo e de Minas Gerais. Áreas do norte do Paraná podem registrar temperaturas em torno dos 40°C. Devido ao risco para a saúde, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alertas de “grande perigo” que abrangem parte da Região Centro-Oeste e Sudeste. De acordo com o órgão, há inclusive risco de morte por hipertermia, que costumam ocorrer durante as ondas de calor, que são definidas como um período de cinco dias ou mais em que a temperatura média é pelo menos 5°C acima da máxima que seria normal em determinado local e naquela época do ano. (continua após a publicidade)

Segundo o Inmet, a temperatura ficará 5°C acima da média por período maior do que 05 dias. Os alertas de onda de calor são para o Distrito Federal, Centro-Sul, parte de Minas Gerais e São Paulo, Tocantins, parte das regiões Norte e Nordeste. A orientação é entrar em contato com a Defesa Civil em caso de emergência, ingerir bastante líquido, usar protetor solar, evitar exposição ao sol e prática de atividades físicas ao ar livre entre as 10h e 17h.

Mais do SFn