segunda-feira , 26 outubro 2020

Obras de recuperação da RJ-158, entre Cambuci e Itaocara, são retomadas “É uma obra que vai durar dez anos. Vocês vão ter por dez anos um bom asfalto", disse Witzel durante anúncio da recuperação da RJ-158 em outubro do ano passado

“É uma obra que vai durar dez anos. Vocês vão ter por dez anos um bom asfalto", disse Witzel durante anúncio da recuperação da RJ-158 em outubro do ano passado

Imagens: Prefeitura de Itaocara

Foram retomadas as obras de recapeamento da RJ-158, entre os municípios de Cambuci e Itaocara. As obras, que foram iniciadas no final de outubro do ano passado durante uma visita do governador Wilson Witzel, do vice-governador, Cláudio Castro, e do presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, foram paralisadas por duas vezes. Uma delas, segundo o DER, devido às fortes chuvas. Em uma publicação feita nesta terça-feira (14/04), a Prefeitura de Itaocara informou que o município faz a parte do transporte e o DER fornece a massa asfáltica e sua aplicação. “Em ação conjunta, Prefeitura de Itaocara e DER continuam as obras de recuperação da estrada Itaocara /Portela /Cambuci. Governo do Estado e Governo Municipal, alinhados para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, diz a postagem. (continua após a foto)

Há mais de 15 anos moradores e usuários da rodovia cobram do estado ações de recuperação da via, que foi abandonada pelos últimos governadores. As obras começaram no trevo de Itaocara e, segundo o DER-RJ, vão seguir até o trevo da ponte da Boia, já na chegada de Cambuci, um total de 18,5 quilômetros de recuperação. Em entrevista ao SF Notícias, Uruan Cintra disse que “é uma obra que deve durar entre dez e doze anos. Iremos fazer sempre a manutenção após a conclusão das obras. A estrada não pode ser abandonada. O grande erro talvez, no passado, tenha sido abandonar a estrada”. Em seu discurso, durante a visita em Itaocara no ano passado, (veja no vídeo), o governador Witzel falou sobre as obras e disse que “é uma obra que vai durar dez anos. Vocês vão ter por dez anos um bom asfalto”.

Mais do SFn